• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Direitos Atores participam de beijaço contra a LGBTfobia Leandra Leal, Mariana Ximenes, Guilherme Weber, Taís Araújo, Paolla Olveira, Cauã Reymond e Monica Martelli fizeram publicações contra o governo russo

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 08/05/2017 14:07 Atualizado em: 08/05/2017 18:45

Leandra Leal e Mariana Ximenes, Wagner Moura e Guilheme Weber e Aline Dias e Patrícia França protagonizaram beijos. Fotos: Instagram/Reprodução
Leandra Leal e Mariana Ximenes, Wagner Moura e Guilheme Weber e Aline Dias e Patrícia França protagonizaram beijos. Fotos: Instagram/Reprodução

 
Leandra Leal, Mariana Ximenes, Guilherme Weber, Taís Araújo, Paolla Olveira, Cauã Reymond, Monica Martelli e outros atores aderiram à campanha virtual contra a LGBTfobia e a repressão promovida pelo governo russo. Um dos primeiros foi Weber, que compartilhou uma imagem com Wagner Moura, extraída do espetáculo Os solitários, na sexta-feira, e convocou seguidores para o beijaço. A hashtag #Kiss4LGBTQRights contou com apoio de famosos e anônimos.

"No dia do silêncio, HOLOFOTES contra quem tenta silenciar o amor! Sejamos nós, o país que mais mata LGBT no mundo, ou o governo russo, que tenta calar com prisões, campos de concentração e tortura física e psicológica. Não se cale! Poste você também um beijo e marque o Kremlin na localização do Instagram com as hashtags da campanha. O amor é livre! #NãoSilencieOAmor #Kiss4LGBTQRights Nessa foto do filme O uivo da gaita, estou com a @marixioficial, minha amiga incriveland", escreveu Leandra Leal, na legenda.

A atriz carioca estreou na direção com o longa-metragem Divinas divas, sobre oito travestis paulistas e as lutas enfrentadas por elas ao longo de mais de 50 anos de carreira. Rogéria, Divina Valéria, Camille K, Fujika de Halliday, Marquesa, Brigitte de Búzios, Eloína dos Leopardos e Jane Di Castro iniciaram o trabalho durante a ditadura militar, quando a atividade era alvo de censura. O filme contempla depoimentos delas e trechos da peça homônima, encenada no Teatro Rival, espaço mantido pela família de Leandra e administrado por ela desde o fim do ano passado.

A atriz Bárbara França publicou a imagem de um beijo em Aline Dias, protagonista de Malhação: Pro dia nascer feliz. "E no #DiaDoSilencio não vamos silenciar o amor ! NÃO a qualquer forma de preconceito, NÃO à homofobia, NÃO ao ódio, NÃO ao desrespeito , mas SIM a todas as formas de AMOR! #NaoSilencieOAmor #Kiss4LGBTQrights", defendeu.

"Amar é lindo. Amar é livre! Mas em alguns lugares do mundo essa é uma condição limitada. Na Rússia, existem leis que proíbem a homossexualidade e qualquer manifestação em defesa da liberdade sexual. Em locais como a Chechênia há relatos de campos de concentração, para onde gays são levados e torturados. Hoje, no dia do silêncio, vamos mandar muito amor para essas pessoas que não podem ser quem são. Poste uma foto de um beijo, marque Kremlin na localização e use as tags #Kiss4LGBTQrights e #NãoSilencieOAmor, grite para e com o mundo que amar é tudo de bom. Essas maravilhosas na foto são a @lelagomes e @giordannaforte".

Confira algumas publicações:



Amores, é o seguinte, hoje é #DiaDoSilêncio, mas aqui nas redes nós vamos fazer muito barulho e chamar a atenção para uma coisa absurdamente desumana que acontece na Rússia. Vocês sabiam que lá a homossexualidade é crime? Que há denúncias de campos de concentração para gays, iguais os da época do nazismo? Então cata seu boy, cata sua mina, não importa, mas hoje é dia de manifestar seu apoio a um lugar onde as manifestações foram proibidas por lei. Vamos apoiar toda comunidade LGBTQ que sofre apenas por ser quem é. Poste uma foto beijando seu parceiro ou sua parceira, marque a localização %u201CKremlim%u201D, em Moscow, use a tag #Kiss4LGBTQRights e #NãoSilencieOAmor e ame, seja feliz, não existe coisa melhor. Esses na foto que postei são meus amigos há 20 anos e postar seu amor hoje foi a forma que eu encontrei de demonstrar que não se trata só de se colocar no lugar do outro. A tal da empatia, que tanto exaltamos. Trata-se de zelar pelo amor de quem a gente ama também. Por um mundo que os acolha sem restrições. Amo vocês amores! #NaoSilencieOAmor

Uma publicação compartilhada por Monica Martelli (@monicamartelli) em



Essa semana no Saia Justa a gente falou sobre uma situação assustadora que acontece na Rússia. Lá o governo censura, prende, tortura e mata LGBTQs todos os dias. A imprensa internacional relata a existência de campos de concentração na Chechênia. A parada do orgulho LGBTQ foi proibida por um século. Como forma de protesto, o mundo inteiro está em uma parada virtual para alertar sobre os absurdos cometidos pelo governo russo. Como lembrou a @monicamartelli, vamos usar o "dia do silêncio", nesse 07 de maio, para botar a boca no trombone! Não vão silenciar o amor!!! Publique um beijo bem bonito, marque o Kremlin, em Moscou, na localização do Instagram e as hashtags da campanha. #NãoSilencieOAmor #Kiss4LGBTQRights %uD83C%uDDF7%uD83C%uDDFA %uD83C%uDFF3%uFE0F%u200D%uD83C%uDF08 %uD83C%uDDE7%uD83C%uDDF7

Uma publicação compartilhada por Tais Araújo (@taisdeverdade) em









Acompanhe o Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.