Investigação Túnel do Pina continua interditado após mulher morrer afogada em inundação

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 14/06/2019 11:48 Atualizado em: 14/06/2019 19:03

Foto: Peu Ricardo/DP Foto. (Foto: Peu Ricardo/DP Foto.)
Foto: Peu Ricardo/DP Foto.

O túnel Josué de Castro, no bairro do Pina, permanece interditado nesta sexta-feira (14). Na noite de ontem, uma mulher de 35 anos morreu afogada após o carro em que ela estava ficar submerso na inundação provocada por fortes chuvas. O carro continua no local e deve ser retirado apenas quando o serviço de drenagem da água terminar.

Três caminhões equipados com jato de sucção e oito bombas estão sendo utilizados para retirar a água do túnel, que ainda alcança mais de dois metros de profundidade. Até às 12h desta sexta, já haviam sido retirados 6 mil litros de água somente em um dos caminhões. Cerca de 12 pessoas trabalham na localidade para liberar a área que dá acesso à Avenida Antônio de Góes.

Por conta da interdição, o trânsito está sendo desviado. Os condutores que estão na Av. República do Líbano e desejam acessar a Antônio de Góes devem seguir pela Av. República Árabe Unida e vias paralelas à rua Manoel de Brito. Agentes da Autarquia de Trânsito e Transporte (CTTU) estão no local orientando os motoristas.

Desde o fim da tarde de ontem que a Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) está drenando a água. No momento em que o veículo ficou submerso, os funcionários da Emlurb chegaram a jogar uma mangueira de sucção para que as mulheres conseguissem escapar.

De acordo com a Polícia Civil, Mirelly Paula da Silva, 34 anos, foi a única que não conseguiu escapar. No automóvel encontravam-se também outras duas pessoas: Thais Santana Ferreira (condutora), de 25 anos, e Jackeline Maria da Silva Lima, 35, que conseguiram sair do automóvel logo após o acidente. A princípio, o caso está sendo conduzido como morte a esclarecer, mas a Polícia Civil instaurou Inquérito Policial e investiga o caso, que ficará sob a responsabilidade da Delegacia de Delitos de Trânsito com o Delegado Paulo Jeann. Ele só vai se pronunciar após as investigações. Na manhã da última quinta (13), dia do acidente, peritos do Instituto de Criminalística estiveram na localidade. As imagens das câmeras de estabelecimentos comerciais e de monitoramento de trânsito podem ajudar a esclarecer o que aconteceu.

Foto: Peu Ricardo/DP Foto. (Foto: Peu Ricardo/DP Foto.)
Foto: Peu Ricardo/DP Foto.

De acordo com a CTTU, o túnel estava interditado e sinalizado desde que começou a alagar e que os obstáculos instalados foram desrespeitados quando o veículo avançou e furou o bloqueio. Policiais do 19° Batalhão da Polícia Militar foram até o local. Segundo a PM, as duas sobreviventes apresentavam"sinais perceptíveis de embriaguez". A condutora do veículo se recusou a realizar o teste do bafômetro. De acordo com a CTTU, ela teve a Carteira de Habilitação (CNH) retida. Após receberem atendimento médico, as duas foram encaminhadas para a Central de Plantões da Capital, onde prestaram esclarecimentos.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.