Mobilidade Confira o funcionamento do metrô e dos ônibus nesta sexta-feira de greve geral

Publicado em: 14/06/2019 09:47 Atualizado em: 14/06/2019 13:04

As Linhas Centro e Sul do Metrô funcionaram das 5h às 9h e vão operar das 16h às 20h. Foto: Leandro de Santana/Esp. DP.
As Linhas Centro e Sul do Metrô funcionaram das 5h às 9h e vão operar das 16h às 20h. Foto: Leandro de Santana/Esp. DP.
A paralisação nacional conra a reforma da Previdência e pela educação está modificando os horários de funcionamento do sistema de transporte público nesta sexta-feira (14). As Linhas Centro e Sul do Metrô funcionaram das 5h às 9h e vão operar das 16h às 20h, horários de pico do sistema. A Linha Diesel (VLT) não terá operação. Já o Sindicato dos Rodoviários informou que não vai aderir à greve, entretanto os ônibus que partem da Estação Recife não estão circulando. 


Usuários do transporte coletivo tiveram uma manhã de correria nos terminais integrados. "Quando cheguei à porta da Estação Recife, disseram que não teria mais jeito. Implorei para entrar, dizendo que tenho que trabalhar. Corri, subi as escadas e consegui pegar o último metrô", contou a secretária Maiuza Bezerra. 

Sem saber que o metrô ia parar nesta sexta, a comerciária Eliane Silva de Souza, 41, estava de viagem marcada para Santa Catarina. Foto: Leandro de Santana/Esp. DP.
Sem saber que o metrô ia parar nesta sexta, a comerciária Eliane Silva de Souza, 41, estava de viagem marcada para Santa Catarina. Foto: Leandro de Santana/Esp. DP.
Sem saber que o metrô ia parar nesta sexta, a comerciária Eliane Silva de Souza, 41, estava com viagem marcada para Santa Catarina, no Sul do país. "Estou frustrada. Chego aqui e me deparo com a escada rolante parada, com tudo sem funcionar. Estou com uma mala pesada e não tinha como seguir para o outro lado da plataforma. Não consegui terminar a viagem como queria", disse, na Estação Joana Bezerra. O maquinista segurou o metrô quando ela estava na escada. Eliane seguiu para a Estação Coqueiral, sem saber se conseguirá seguir viagem.

Diversas categorias anunciaram adesão à paralisação nacional. De acordo com organizadores do ato, a CUT e demais centrais sindicais - CTB, Força Sindical, CGTB, CSB, UGT, Nova Central, CSP- Conlutas e Intersindical, mais de 20 categorias irão cruzar os braços. Em Pernambuco, o Sindicato dos Metroviários decidiram, em assembleia na última segunda-feira (10), parar durante 24h, ou seja, das 0h até as 23h59 desta sexta (10). Apesar disso, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) no Recife informou que o metrô segue operando nos horários de pico. 


A decisão foi tomada, de acordo com a CBTU, para minimizar os transtornos para os usuários devido à adesão do Sindicato dos Metroviários de Pernambuco à Greve Geral. Ainda que oficialmente o funcionamento dos ônibus não fosse mudar, o Grande Recife Consórcio montou esquema de contingência, sobretudo nas integrações, graças à paralisação do metrô.  

Para os usuários da Linha Sul do metrô, há um reforço nas linhas de ônibus em direção ao Centro do Recife com os ônibus da 167 – TI Tancredo Neves (IMIP), 168 – TI Tancredo Neves (Conde da Boa Vista), 166 – TI Cajueiro Seco (Rua do Sol) e 185 – TI Cabo (Cais de Santa Rita). Além destas, a 115 – TI Aeroporto/TI Afogados teve seu itinerário prolongado até o Cais de Santa Rita. Já a linha 140 – TI Cajueiro Seco/Shopping Recife faz a ligação entre os terminais de Cajueiro Seco e Aeroporto. 

Aqueles que utilizam a Linha Centro, a partir do município de Camaragibe, tem como reforço as linhas 2450 – TI Camaragibe (Conde da Boa Vista) e 2480 – TI Camaragibe/Derby. Já para quem usa a Linha Centro do metrô, com origem na cidade de Jaboatão, pode contar com o reforço da linha 200 – Jaboatão (Parador), indo para o Centro do Recife. Serão ativadas as linhas especiais que fazem a ligação entre os terminais de Joana Bezerra/Afogados/Barro e Barro/Jaboatão, conforme a demanda. 
 
"Solicitamos ao Consórcio Grande Recife um reforço nos terminais, porém há algumas empresas que não estão circulando. A CBTU está fazendo de tudo para atender a população nesse horário de pico", afirmou o gerente operacional do metrô, Murilo Barros. No Terminal Integrado da Joana Bezerra, os ônibus estão saindo normalmente. Os carros da empresa Borborema, que fazem o transporte na integração, segue operando. Os das empresas Globo e Metropolitana também. Até agora, apenas os veículos da empresa Caxangá seguem sem circular pelo Grande Recife. 
 
Por meio de nota, o Sindicato dos Rodoviários do Recife e RMR informou que não participou da paralisação ocorrida nesta sexta (14), e que continua dialogando, com responsabilidade, com toda a categoria dos trabalhadores Rodoviários e presta apoio ao movimento das Centrais Sindicais nesta sexta, e que é radicalmente contra a reforma da previdência, por conta dos diversos pontos que prejudicam a categoria dos Rodoviários.
 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.