Protesto Professores de universidades e escolas de Pernambuco vão parar amanhã para participar da Greve Geral

Publicado em: 13/06/2019 16:15 Atualizado em: 13/06/2019 19:42

Professores da UFPE deliberaram por unanimidade pela adesão à Greve. Foto: Adufepe/Divulgação.
Professores da UFPE deliberaram por unanimidade pela adesão à Greve. Foto: Adufepe/Divulgação.
Os professores das universidades Federal de Pernambuco (UFPE) e Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) vão parar as atividades nesta sexta-feira (14) e aderiram à Greve Geral convocada em todo o país. De acordo com a Associação dos Docentes da UFPE (Adufepe), haverá atos envolvendo a comunidade acadêmica da universidade no Recife e em Caruaru, Agreste do estado. Na capital pernambucana, o ato está marcado para as 14h, no cruzamento da Avenida Guararapes com a Rua do Sol. Em Caruaru, a manifestação deve acontecer a partir das 8h em frente ao Grande Hotel.

O presidente da Adufepe, Edeson Siqueira, afirmou que a mobilização de amanhã será a continuidade de uma série de articulações em defesa da universidade pública e da educação. "Deliberamos em assembleia a paralisação no dia 15 de maio e, devido à grande mobilização, os estudantes chamaram um outro movimento para o dia 30 de maio, que foi  exitoso. Agora, vamos fazer uma paralisação não somente com a pauta da educação, mas também contra a reforma da Previdência”, afirmou.

A Associação dos Docentes da Universidade Federal Rural de Pernambuco (Aduferpe) também convocou os professores da UFRPE para participar da Greve Geral. "Convidamos todos para se somar à luta em defesa da Previdência, contra os cortes e pelos empregos. O Brasil precisa gerar emprego e renda", disse a presidente da Aduferpe, Erika Suruagy. Oficialmente, haverá atividades na instituição, mas, devido à convicação, a UFRPE deve ficar esvaziada.

O Sindicato dos Servidores dos Institutos Federais de Pernambuco (SindsIFPE) também confirmou participação no ato que acontece na capital pernambucana. "Estaremos com um trio elétrico nas ruas do Recife e contaremos, mais uma vez, com a participação do show/intervenção política do Damas de Lá", informou o sindicato. Durante esta semana, o SindsIFPE e o Grêmio Rosto Democrático Estudantil realizaram em vários campi do IFPE a aula pública "As verdades por trás da Reforma da Previdência".

Os professores da Universidade de Pernambuco (UPE) confirmaram a adesão da categoria à Greve Geral. Estudantes e servidores também devem parar. A mobilização nacional está sendo construída por sindicatos de diversas categorias. O objetivo dos organizadores é que, nesta sexta, diversos os locais de trabalho, comércio e repartições públicas sejam paralisados.

A Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) não vai funcionar amanhã. "Preocupada com os caminhos futuros que se vislumbram para os trabalhadores (as) e para a educação em nosso país bem como considerando o posicionamento do Sintepe, da Aducape e do DCE, além da paralisação dos transportes públicos e dos transtornos provocados pela intensidade das recentes chuvas, comunicamos que não haverá funcionamento acadêmico e administrativo nesta sexta-feira (14). O expediente será normal no sábado (15)", informou a instiuição, por nota.

Escolas


As escolas pernambucanas também devem ficar esvaziadas nesta sexta. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) convocou os professores da rede estadual de ensino a participarem da Greve Geral. O Sindicato Municipal dos Profissionais de Ensino da Rede Oficial de Recife (Simpere) também vai participar do ato e distribuiu até as 16h desta quinta-feira (13) camisetas para os professores que vão ao ato nesta sexta.

Existe a expectativa também de paralisação nas unidades de ensino da rede particular. "Os professores e as professoras do setor privado, em assembleia convocada pelo Sinpro Pernambuco, deliberaram favoravelmente à participação da categoria na Greve Geral, do dia 14 de junho", informou o Sindicato dos Professores no Estado de Pernambuco (Sinpro-PE).  

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.