Combate Nova técnica de controle do Aedes aegypti será adotada no Recife

Publicado em: 09/06/2019 14:57 Atualizado em: 09/06/2019 17:13

Foto: Fiocruz/Divulgação (Foto: Fiocruz/Divulgação)
Foto: Fiocruz/Divulgação

A partir desta semana, a Prefeitura do Recife começará a utilizar mais uma técnica para controle do mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, chikungunya e zika. O projeto, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Amazônia e o Ministério da Saúde, consiste na instalação de cerca de 700 Estações Disseminadoras de Larvicidas (EDs), que são armadilhas em que os próprios mosquitos espalharão o inseticida nos criadouros. 

O lançamento do projeto da Fiocruz Amazônia no Recife será nesta segunda-feira (10), às 9h, no Centro de Vigilância Ambiental (CVA), em Peixinhos. 

Na segunda (10) e na terça-feira (11), Agentes de Saúde Ambiental e Controle de Endemias (Asaces) da Secretaria de Saúde do Recife serão treinados pela Fiocruz Amazônia, que desenvolveu o projeto, sobre os procedimentos de instalação e manutenção das EDs, assim como aprenderão os procedimentos de registro de dados e informações. 

Já na quarta (12), os profissionais vão a campo para fazer a instalação das primeiras armadilhas.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.