Música no Palácio SaGrama encanta o público com apresentação de forró e frevo

Publicado em: 09/06/2019 13:10 Atualizado em: 09/06/2019 13:25

A apresentação aconteceu no hall de entrada do Palácio do Campo das Princesas. Foto: Rosália Rangel/DP
A apresentação aconteceu no hall de entrada do Palácio do Campo das Princesas. Foto: Rosália Rangel/DP
Uma manhã para degustar da boa música e manter viva a tradição dos festejos juninos no coração do recifense. Foi com essa proposta que o Conservatório Pernambucano de Música (CMP) promoveu neste domingo (9) mais uma edição do Música no Palácio, com a apresentação do grupo SaGrama. Durante uma hora, os músicos encantaram o público, que lotou o hall de entrada do palácio, com canções de autores conhecidos, a exemplo de Luiz Gonzaga e Sivuca, além de músicas da trilha sonora do filme Auto da Compadecida, que é de autoria do grupo. No final, os músicos brindaram a plateia com o autêntico frevo pernambucano.

O espaço, onde foram colocadas cadeiras para acomodar as pessoas, ficou pequeno. Inicialmente, o público acompanhou a apresentação de forma mais discreta. Mas com o passar do tempo, o ritmo do forró foi contagiando homens, mulheres e crianças, que acompanhavam atentos a performance da banda. A dona de casa Rosa Pinto, 68 anos, era uma das mais animadas. Acompanhada do marido Fenando Pinto, 71, e da neta Valentina Godói, 10, ela foi a primeira a levantar para dançar. “Venho a todas edições do Música no Palácio. É um projeto maravilhoso e hoje foi muito bom. Conheci meu marido dançando quadrilha e estamos dançando até hoje”, brincou.

Já Maristela Lupe veio com grupo de mais de 20 pessoas, todas residentes no município de Paudalho. “Estamos em cinco carros. É a primeira vez que a gente vem. Adorei”, disse Maristela que segurava a mão da neta, Laura, de 6 anos. Depois da apresentação, o público também teve a opção de visitar as dependências do Palácio do Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco.

Antes de começar o espetáculo, o músico e diretor artístico do SaGrama, Sérgio Campelo, fez um breve histórico da apresentação. “Iremos mostrar as músicas do ciclo junino, dando uma passeada por nossos nove CDs. Mas, principalmente, como estamos no mês de junho iremos fazer as peças que o SaGrama toca do ciclo junino”. Ele disse, ainda, que o grupo sempre toca peças da trilha de sonara do Auto da Compadecida e Mundo do Lua, que é um conjunto de obras de Luiz Gonzada com parceiros. Sobre a apresentação no palácio, Sérgio ressaltou que o retorno é sempre muito legal. “O projeto já tem um público fixo e tem o de passagem, que são as pessoas que andam de bicicleta. Então, é sempre um espetáculo de muita alegria”, afirmou o músico. O grupo, que tem 24 anos, tem apresentações marcadas no São João do Recife e em outras festas na cidade. 

O secretário estadual de Educação e Esportes, Fred Amâncio, prestigiou o evento e falou sobre o projeto. “É uma oportunidade das pessoas conhecerem um pouco mais da cultura do nosso estado, do conservatório e também de conhecer o palácio. Tanto que a apresentação começa às 10h e vai até as 11h. Depois o palácio está aberto para visitação. É uma integração”, frisou. O projeto acontece em um domingo de cada mês.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.