Proposta Seteq e Comando Militar do Nordeste querem capacitar jovens militares

Publicado em: 06/06/2019 22:22 Atualizado em:

Foto: Divulgação (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
A Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco articulou uma parceria com o Comando Militar para abrir um grupo de trabalho inédito: a criação de um programa capacitação que beneficie, inicialmente, um grupo determinado de jovens militares para que eles tenham mais oportunidades de ingressar no mercado de trabalho após o término do serviço militar. Essa equipe tem como objetivo proporcionar e interagir com cerca de 49,9 milhões de pessoas em 1.577 municípios brasileiros (28,35% do total) e tem cerca de 22 mil militares inclusos. A parceria poderá ser um referencial para outros estados do País, segundo o Comandante Militar do Nordeste, o general Freire Gomes.

“Até onde eu saiba, essa é uma iniciativa inédita que, para nós, tem um apelo muito grande. Agradecemos desde já à Secretaria do Trabalho do Estado de Pernambuco pela iniciativa. Pretendemos, sim, aprofundar esse trabalho, no sentido de transformar num convênio que vai redundar num benefício para a sociedade pernambucana, diretamente com os nossos soldados que ao saírem daqui, com apoio do governo estadual, estarão mais capacitados para assumirem as funções no Estado ou mesmo no Brasil. Vejo como uma iniciativa muito válida e que ela frutifique e que possamos cooperar com a juventude e o Estado de Pernambuco”, afirmou o general Freire Gomes. 

De acordo com o secretário Alberes Lopes, que foi ao Comando Militar do Nordeste (CMNE) acompanhado de sua equipe, como os secretários executivos Álvaro Jordão e Eric Santos, a parceria será pioneira no Nordeste. “Ficamos muito felizes com a receptividade. O CMNE é muito respeitado, sempre interage com ações subsidiárias na região nordestina, uma região que sofre com a seca ou com cheias, e será importante para nós darmos essa contribuição, ajudando a capacitar esses quadros que também nos apóiam em momentos importantes”, destacou o secretário.

O secretário Alberes Lopes ressaltou que o próprio CMNE tem um programa de capacitação chamado de “Soldado Cidadão”, que qualificou de 2003 a 2018 10.981 soldados. “A parceria é importante porque estaremos apoiando, principalmente, os jovens que não têm condições, que entram no Exército querendo uma oportunidade e, quando saem, não têm expectativa de emprego. Vamos estudar qual o melhor modelo de qualificação e fazer a intermediação, que é inédito”,  declarou o secretário Alberes Lopes.

Segundo Alberes Lopes, a Seteq também levará aos jovens algumas palestras sobre empreendedorismo. “É importante para qualquer pessoa ter noções sobre empreendedorismo, porque, mesmo que não administre um negócio, pode administrar o de outra pessoa. Vamos levar para eles esse tipo de aprendizado através de palestras e capacitações para que esses jovens possam ser inseridos no mercado de trabalho ou abrir um pequeno negócio. Foi muito boa a receptividade do general e vamos estar tocando essa parceria para ajudar esses jovens pernambucanos e estar dando esse apoio ao Exército brasileiro”, concluiu Alberes Lopes.

Saiba mais 
 
O primeiro encontro entre o secretário Alberes Lopes e o comandante geral do Nordeste, Freire Gomes, realizou-se no dia 27 de maio passado. Eles iniciaram o diálogo e, hoje, a equipe de ambos começou a estudar qual o melhor curso e quantas pessoas serão beneficiadas, inicialmente.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.