VISTORIA Polícia e Ipem apreendem 118 aparelhos em evento de beleza

Publicado em: 03/06/2019 18:50 Atualizado em: 03/06/2019 19:46

Evento reuniu aproximadamente 20 stands. 17 deles tinham produtos sem selo do Inmetro. Foto: Polícia Civil / Divulgação.
Evento reuniu aproximadamente 20 stands. 17 deles tinham produtos sem selo do Inmetro. Foto: Polícia Civil / Divulgação.
A Delegacia de Polícia do Consumidor realizou, na tarde desta segunda (3), em conjunto com o Instituto de Pesos e  Medidas de Pernambuco (Ipem), vistoria em estandes que comercializavam equipamentos elétricos para beleza - a exemplo de chapinhas e aparadores de barba - em evento voltado para salões de beleza, no Centro de Convenções de Pernambuco. Foram apreendidos 118 aparelhos.

Segundo a Delegada do consumidor, Beatriz Gibson, a fiscalização aconteceu no último dia do encontro com o objetivo de apreender aparelhos utilizados no trato de cabelos femininos e masculinos que estivessem impróprios ao uso, sem o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). "Foram vistoriadas aproximadamente 20 stands e 17 deles tinham produtos sem o selo. 118 aparelhos foram apreendidos. Um produto que não garante segurança ao consumidor é impróprio ao uso e consumo. Aos infratores, a pena pode ir de de 2 a 5 anos", explica salientando que a vistoria também visou orientar comerciantes e consumidores. 

Tiago Reis, representante do Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco, explica que o selo tem que estar de acordo com portaria que regulamenta tais produtos, 371 (2009) e a 328 (2011). "Eles precisam ostentar um selo de segurança que atesta se podem trazer prejuízos, ao consumidor. Ele deve vir expresso no produto e/ou também na caixa. Os plugs dos aparelhos também devem ter o padrão mais recente, de formato hexagonal, que oferece proteção manual contra descargas elétricas", informou.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.