Consulta Alfredo Gomes e Jeronymo Libonati disputam segundo turno para reitor da UFPE

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 30/05/2019 07:35 Atualizado em:

Foto: Ricardo Fernandes/Arquivo DP. (Foto: Ricardo Fernandes/Arquivo DP.)
Foto: Ricardo Fernandes/Arquivo DP.
 
Os professores Alfredo Gomes e Jeronymo Libonati foram os candidatos mais votados no primeiro turno das eleições para reitoria da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A votação aconteceu nesta quarta-feira (29) nos três campi da Universidade (Recife, Vitória de Santo Antão e Caruaru). Alfredo, que é do Centro de Educação e Jeronymo, do Centro de Ciências Sociais Aplicadas, disputarão o segundo turno da gestão 2019-2023, que será realizado no dia 12 de junho, das 9h às 21h. O resultado dos votos computados no SIGEleição foi divulgado a 1h desta quinta-feira. Faltam ser apurados os votos das urnas manuais dos três campi.

A chapa formada por Alfredo Gomes e Moacyr Araújo obteve 5.399 votos, sendo 592 votos de docentes, 795 votos de técnicos administrativos e 4.012 votos de alunos, alcançando o percentual de 21,09% dos votos válidos. Já a chapa formada por Jeronymo Libonati e José Luiz de Lima Filho conseguiu 2.979 votos, representando 18,35% dos votos válidos, sendo 552 votos de docentes, 601 votos de técnicos administrativos e 1.826 votos de alunos. O resultado obedece ao peso percentual de votos de 70% para docentes, 15% para técnicos administrativos e 15% para alunos.

Ao todo, participaram da votação 12.852 eleitores, sendo 1.742 docentes, 2.188 técnicos administrativos e 8.922 alunos. Havia 43.355 eleitores aptos a votar: 2.526 docentes, 3.898 técnicos administrativos e 36.931 alunos (graduação presencial e a distância, pós-graduação e residentes).

Outras três chapas concorreram na consulta. Florisbela de Arruda Câmara e Siqueira Campos e André Luís de Medeiros Santos obtiveram 11,81% dos votos (380 votos de docentes, 231 votos de técnicos e 972 votos de alunos). Daniel Álvares Rodrigues e Roberta Ramos Marques alcançaram 4,63% dos votos (107 votos de docentes, 252 votos de técnicos e 1.716 votos de alunos). Edilson Fernandes de Souza e Sandro Cozza Sayão tiveram 2,64% dos votos (56 votos de docentes, 254 votos de técnicos e 280 votos de estudantes). Houve 120 votos em branco e 106 nulos.

VOTAÇÃO
No primeiro turno, houve 22 mesas receptoras (seções eleitorais), com atuação de 221 mesários, distribuídas em 67 terminais receptores de voto, que foram utilizados conjuntamente por docentes, técnicos administrativos e discentes. No Recife, os locais de votação foram distribuídos em todos os centros acadêmicos do campus (além do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ)/Faculdade de Direito do Recife (FDR), que fica no centro da capital pernambucana), na Biblioteca Central (BC), no Hospital das Clínicas (HC), no Núcleo de Educação Física e Desportos (Nefd), na Reitoria e no Núcleo de TV e Rádios Universitárias (NTVRU), este localizado na área central do Recife.

A votação também aconteceu no Centro Acadêmico de Vitória (CAV) e no Centro Acadêmico do Agreste (CAA), em Caruaru – com votação ainda no Polo Comercial de Caruaru, onde funciona atualmente o Núcleo de Ciências da Vida com o curso de Medicina do CAA. Foram disponibilizadas ainda três urnas de voto em separado, sendo uma na Reitoria, uma no CAV e uma no CAA.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.