SÃO LOURENÇO DA MATA Apac alerta para risco de enchente que pode atingir áreas ribeirinhas do Rio Capibaribe

Publicado em: 29/05/2019 17:34 Atualizado em: 29/05/2019 17:41

A Apac pede que moradores sigam as orientações da Defesa Civil. Foto: Paulo Paiva/DP.
A Apac pede que moradores sigam as orientações da Defesa Civil. Foto: Paulo Paiva/DP.
A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) informou na tarde desta quarta-feira (28) que foi emitido um aviso de risco de enchente que poderá atingir as áreas ribeirinhas do Rio Capibaribe, no município de São Lourenço da Mata, Região Metropolitana do Recife.

A Plataforma de Coleta de Dados (PCD) do órgão indicou que o rio atingiu a cota de alerta e ainda com tendência a subir de nível, devido às chuvas já registradas nas últimas 24 horas. A Apac e a Coordenadoria de Defesa Civil do Estado de Pernambuco (Codecipe) permanecem monitorando os níveis dos rios e as condições do tempo para que sejam tomadas as devidas providências.

Balanço

Nas últimas 24 horas, foram registradas os maiores volumes de acumulação em Barreiros (213 milímetros), Rio Formoso (124 milímetros) e Tamandaré (102 milímetros). O volume de chuvas que caiu em Barreiros foi equivalente ao esperado para 22 do mês. Segundo a Apac, em Rio Formoso, choveu 37% do previsto, enquanto que Tamandaré recebeu 45% do volume esperado para o mês de maio.

A previsão é de continuidade das chuvas para a região da Mata Sul com intensidade moderada a forte, conforme aviso emitido. Para as outras regiões, a previsão é de chuvas fracas a  moderadas na Região Metropolitana do Recife, chuva fraca no Agreste e sem chuvas no Sertão. As informações da previsão do tempo podem ser acompanhadas diariamente no site da Apac.

A Defesa Civil do Estado enviou uma equipe para a região mais atingida nesta quarta, com o objetivo de realizar um levantamento dos danos e das áreas que continuam em risco, bem como apoiar e orientar as Coordenadorias Municipais de Defesa Civil nas ações necessárias de prevenção e suporte. Até o momento, em Barreiros há o registro de 100 famílias desalojadas, cinco bairros atingidos por deslizamentos e ou alagamentos. Não há o registro de vítimas.

A Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, através do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), enviou uma equipe técnica ao trecho da PE-60, nas proximidades da reserva ecológica de Saltinho, município de Tamandaré, onde houve a queda de uma árvore, para realizar a desobstrução da via. A rodovia está com fluxo de veículos bloqueado nos dois sentidos.

O órgão orienta, ainda, que os motoristas devem escolher uma rota alternativa para evitar o ponto bloqueado. No caso, quem estiver seguindo do Cabo de Santo Agostinho no sentido de Barreiros, São José da Coroa Grande e região, deve entrar na PE-072, para, depois, seguir pela PE-009 e continuar até a PE-076, onde deve pegar à direita até retornar à PE-060.

Com relação, à PE-96, que vai de Barreiras a Palmares, o DER informa que está encaminhando uma equipe para verificar a queda de barreira nas imediações do Engenho Piaba e realizar a remoção do material que deslizou para a pista. Os técnicos farão, ainda, uma inspeção em toda a extensão da rodovia, a fim de identificar se houve ocorrências semelhantes em outros pontos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.