Evento Conferência Estadual de Políticas Públicas de Juventude discute abuso sexual

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 29/05/2019 08:22 Atualizado em:

Foto: Marcelo Vidal/Divulgação. (Foto: Marcelo Vidal/Divulgação.)
Foto: Marcelo Vidal/Divulgação.

A Ouvidoria Social da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) contabilizou 335 casos de abuso sexual de crianças e adolescentes em todo o ano de 2018. Em relação à exploração sexual, foram registradas 944 casos no ano passado. Para coibir ações como essas e orientar sobre o tema, o órgão realiza um direcionamento nesta quarta-feira (29), no auditório do Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau), das 8h às 12h.
 
A Secretaria lançou uma cartilha com informações sobre violência sexual contra crianças e adolescentes. As cidades de Toritama, Barreiros, Bezerros e São Lourenço da Mata já receberam orientações com o material que destrincha a respeito do tema. Foram realizados encontros que nos dias 6, 16, 24 e 28 de maio, durante seminário que reuniu profissionais municipais da assistência social, saúde e educação. 

A cartilha aborda desde o conceito do que é o abuso sexual, como ocorrem e as implicações do crime no comportamento das crianças, até as instruções sobre como a rede de proteção se configura. O material faz parte das ações do programa estadual Atenção Redobrada, que é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ).

O gerente estadual de Políticas para a Criança, Macdouglas de Oliveira, destaca a importância do trabalho integrado entre os órgãos que realizam o atendimento e a acolhida da vítima. "Muitas vezes nós não sabemos sobre o trabalho do profissional do órgão e isso é muito ruim quando pensamos em trabalho em rede, pois não há integração entre os equipamentos e, por consequência, entre os serviços oferecidos. E nessa situação só quem perde é a vítima que vai ficar desamparada e negligenciada", afirmou.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.