Educação Escola do Recife lembra os 50 anos do desaparecimento do padre Antônio Henrique

Publicado em: 28/05/2019 14:29 Atualizado em: 28/05/2019 14:45

Ao todo, 150 estudantes participaram do tributo. Foto: Andréa Rêgo Barros/Divulgação.
Ao todo, 150 estudantes participaram do tributo. Foto: Andréa Rêgo Barros/Divulgação.
Para lembrar o 50° aniversário do desaparecimento do Padre Antônio Henrique, a Secretaria de Educação do Recife, realizou nessa segunda-feira (27), às 14h, na Escola Municipal Padre Antônio Henrique, no Derby, área central da cidade, um ato em homenagem ao religioso, um dos principais auxiliares do bispo Dom Hélder Câmara, perseguido por apoiadores do Regime Militar.

Ao todo, 150 estudantes participaram do tributo, além de convidados, como o prefeito do Recife, Geraldo Julio; o secretário municipal de Educação, Bernardo D’Almeida; o arcebispo de Recife e Olinda, Dom Fernando Saborido; o secretário de Justiça e Direitos Humanos do Estado de Pernambuco, Pedro Eurico, e o vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem no Estado, Marcelo Santa Cruz.

"É muita emoção poder ver que continuam preservando a memória dele, fazendo com que a juventude possa refletir sobre isso, sobre esse sentimento de liberdade, conquistas e amor ao próximo, principalmente. Saio daqui encantada com o trabalho dos alunos e dessa escola", afirmou a irmã do falecido padre, Isaíras Pereira.

Para homenagear o padre, diversas atividades foram preparadas na escola. Alunos do sexto ano leram um texto biográfico sobre a vida do religioso. Depois, estudantes surdos apresentarem a peça teatral Vida e Morte do Padre Henrique. Alunos do sétimo ano apresentaram o jogral Padre Henrique em Versos, e os estudantes do nono ano encerram o evento com uma apresentação musical.

"Essa é uma bela homenagem ao padre Antônio Henrique. Estamos na Escola Municipal Padre Antônio Henrique, que inclusive tem características muito especiais, como salas bilíngues em libras para as crianças com deficiência auditiva. É uma escola que marca muito a nossa rede municipal e essa homenagem vem em um tempo em que o Brasil vê a sua democracia ameaçada", disse o prefeito Geraldo Julio.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.