Saúde Entenda as diferenças e semelhanças entre cinco tipos de arboviroses

Publicado em: 28/05/2019 12:23 Atualizado em: 28/05/2019 12:31

Crédito: Alexandre Carvalho
Crédito: Alexandre Carvalho

Desde que os casos de síndrome congênita do zika emergiram em Pernambuco e, logo depois, no Brasil, as arboviroses ganharam repercussão. Os arbovírus são aqueles transmitidos por artrópodes – insetos e a aracnídeos. De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), são mais de 545 espécies de arbovírus, sendo que 150 delas causam doenças em seres humanos. Dengue, Zika e chikungunya são os mais conhecidos, sobretudo depois de 2016. Recentemente, outros tipos de arboviroses como as febres de mayaro e do nilo começaram a preocupar, diante da ameaça de chegar a mais estados do Brasil. Por isso, preparamos um quadro para que você entenda as semelhanças e diferenças entre cada uma das cinco arboviroses que mais têm gerado alerta no Brasil nos últimos anos. 

Entenda a diferença entre 5 arboviroses

Chikungunya
Febre alta súbita, dor de cabeça constante, manchas vermelhas no corpo com coceira intensa e dor forte nas articulações com inchaço, além de pele e olhos avermelhados.

Importante:
A febre é alta e pode durar de dois a três dias 
A dor articular é de moderada a forte
O inchaço nas articulações é de moderado a forte 
Pode tornar-se crônico, isto é, as dores podem durar mais de um ano

Duração: até 15 dias
Mosquito transmissor: Aedes aegypti

Dengue
Febre alta súbita, dor de cabeça e dor no corpo e articulações, náuseas e vômitos, também podem haver manchas vermelhas no corpo e coceira. 
Importante:
A febre costuma durar de 7 a 4 dias. 
As manchas na pele ocorrem em 30% a 50% dos casos, a partir dos 4º dia.

Duração: 2 a 7 dias
Mosquito transmissor: Aedes aegypti

Zika
Febre não muito alta, dor de cabeça, dor nas articulações, manchas vermelhas no corpo com coceira, vermelhidão nos olhos e cansaço, em algumas pessoas pode não ter nenhum sintoma.

Importante:
A febre é baixa por um a dois dias ou sequer existe 
As manchas na pele acontecem em todos os casos, a partir do 1º ou 2º dia

Duração: 3 a 7 dias
Mosquito transmissor: Aedes Aegytpi

Mayaro
Febre alta (acima de 38ºC) de curta duração, dor de cabeça, dor muscular, dor e inchaço nas articulações; fotofobia, náuseas e manchas no corpo. 
Importante:

É considerada uma priva da chikungunya

Duração: até 15 dias 
Mosquito transmissor: Haemagogus janthinomys 

Febre do Nilo
Pode ser assintomática ou apresentar sintomas distintos, de acordo com cada pessoa e com o nível de gravidade da doença. Os principais sintomas são: febre aguda de início abrupto, anorexia; náusea, vômito, dor nos olhos, dor de cabeça, dor muscular e manchas na pele.

Importante: 
Um em cada 150 indivíduos infectados desenvolve doença neurológica severa 
As formas mais graves ocorrem com maior frequência em indivíduos com idade superior a 50 

Mosquito transmissor: Culex 

Oropouche
São sintomas comuns febre, calafrios, dor de cabeça, dor nas articulações e náuseas. Além disso, podem ser sintomas característicos fotofobia, dor ocular e tonturas. 
Importante:
Os sintomas podem durar de cinco a sete dias, porém podem regressar após sete a 14 dias da primeira manifestação
Mosquito transmissor: Culicoides paraensis

Fontes: Comitê Técnico de Arboviroses do Ministério da Saúde, Drauzio Varella e Ministério da Saúde 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.