Museu Mamulengos animam o Domingo dos Pequenos na Fundaj

Publicado em: 20/05/2019 14:45 Atualizado em: 20/05/2019 15:30

Foto: Malu Didier/Fundaj/Divulgação.
Foto: Malu Didier/Fundaj/Divulgação.
Teatro de mamulengo, construção de instrumentos musicais e oficina de fantoche fizeram parte do dia das crianças que aproveitaram o Domingo dos Pequenos temático de Mamulengos no Museu do Homem do Nordeste (Muhne), em Casa Forte, Zona Norte do Recife. A ação encerrou a programação da 17ª Semana Nacional do Museu e contou com a parceria do produtor cultural Alexandre Albuquerque, que organizou uma feira de mamulengos no hall do museu para lançar o Catálogo do Mamulengo Pernambucano.

Os participantes aprenderam a confeccionar os objetos e entender o valor simbólico e cultural por trás deles. Weslley Davi, 11, gosta de música e participou das oficinas de instrumentos musicais. Aprendeu que o maracá é indígena e kabuletê africano. “Gostei muito porque foi a gente fez todos os instrumentos, mas se não conseguisse fazer, tinha um monte de gente pra ajudar. Deu vontade de aprender a tocar mesmo", disse.

Enquanto um grupo aproveitava as oficinas, outro assistia ao show de mamulengos da companhia de teatro Bonecarte, do bonequeiro Laércio Pereira e de sua mulher, a também bonequeira Claudia Wanderley. “É uma ótima oportunidade para divulgar cada vez mais a técnica de marionetes como uma maneira de perpetuar essa arte tão antiga e tradicional de pernambuco que é o mamulengo”, afirmou Laércio. A pequena Pauline, 3 anos, aprendeu a diferença entre um boneco comum e uma marionete. Apesar da pouca idade, ela gosta de tocar guitarra e bateria e identificou-se com o lobo roqueiro da peça: “Quero pintar o cabelo rosa igual ao do lobo porque ele é rock n’roll e eu também.”



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.