Educação Espaço Ciência realizará 15 oficinas sobre a produção de energia

Publicado em: 17/05/2019 21:02 Atualizado em: 17/05/2019 21:05

Crédito: Espaço Ciência
Crédito: Espaço Ciência

A partir desta segunda (20), o Espaço Ciência promove a Semana da Energia e realiza quinze diferentes oficinas e atividades, para ajudar a entender como se produz energia, a refletir sobre os impactos no ambiente e a pensar em alternativas sustentáveis. A semana temática antecipa as discussões do Dia Mundial da Energia, celebrado em 29 de maio.

Nas diferentes oficinas, os participantes poderão descobrir como ocorre a transformação de diferentes fontes em energia. Os participantes poderão montar um circuito elétrico que tem frutas e verduras como fonte de energia ou observar um biodigestor para entender como a matéria orgânica se decompõe, gera o biogás e produz energia.

Em outras oficinas, os visitantes construirão um mini gerador eólico, conhecerão como funciona um carro movido a hidrogênio, entenderão melhor o funcionamento de uma termelétrica e o princípio da queima de combustíveis para gerar energia.

Haverá também atividades como competições e jogos, que ajudam a refletir sobre o consumo de energia elétrica e os impactos das suas diferentes fontes. A construção de circuitos elétricos, a energia nuclear, a transmissão de energia elétrica sem fios, a energia gerada pelo movimento das marés… tudo isso se transformará em dinâmicas.

Oportunidade
A Celpe estará no local com sua “Aula de Energia”. No caminhão, todo climatizado e equipado com recursos tecnológicos avançados, os visitantes poderão ter acesso a maquetes virtuais interativas, que demonstram o funcionamento de usinas eólica, solar e hidrelétrica e mostram dicas de utilização racional de energia.

Além da “Aula de Energia”, a Celpe estará com o projeto “Energia com cidadania”, para troca de lâmpadas incandescentes, fluorescente ou halógenas usadas ou queimadas por lâmpadas de LED. Para participar, basta seguir o seguintes critérios:

Ser cliente residencial ou rural-residencial;
Ser morador de comunidade popular ou estar cadastrado na TSEE (Tarifa Social de Energia Elétrica);
Apresentar a conta de energia do mês anterior paga, junto com o RG do titular da conta;
Não ter débitos com a concessionária;
Não ter trocado lâmpadas em projetos da concessionária nos últimos 6 anos (limite máximo de 8 lâmpadas);
Entregar as lâmpadas incandescentes, fluorescentes ou halógenas usadas (potência igual ou superior a 15W).



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.