Educação Reeducandos ganham cursos a distância

Publicado em: 17/05/2019 11:58 Atualizado em:

FOTO: Márcia Galindo/ Divulgação Seres (FOTO: Márcia Galindo/ Divulgação Seres)
FOTO: Márcia Galindo/ Divulgação Seres
A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), em parceria com a 36ª Vara da Justiça Federal, inauguraram, nesta manhã (17), uma sala de informática na Penitenciária Agroindustrial São João (PAISJ), em Itamaracá. No espaço, os detentos terão cursos na modalidade de Ensino à Distância (EAD). O projeto Qualificando com justiça no mundo digital é pioneiro entre as unidades prisionais de Pernambuco. Conta com o apoio da Associação de Juízes Federais (Ajufe) e do judiciário estadual. 

Serão mais de 100 cursos profissionalizantes oferecidos pelo Instituto Mundo Melhor (IMM). O primeiro deles, na área de Marketing, contará com a participação de 12 internos e terá início na próxima segunda-feira (20). “Com essas parcerias, conseguimos oportunizar aos reeducandos um lugar no mercado de trabalho, em especial, aos da PAI, que estão sob o regime semiaberto, mais perto da liberdade”, informou o secretário-executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues.

A criação da sala mais equipagem com 15 computadores contou com o apoio da Ajufe e o judiciário do estado. O projeto tem duração mínima de quatro anos, sendo os cursos e o perfil dos alunos escolhidos pela Seres. “O projeto promove aproximações entre instituições, que necessitam de projetos e investimentos, e os juízes federais, que muitas vezes têm valores para destiná-los”, explicou o juiz federal do Rio Grande do Sul, Rafael Wolff.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.