Ipojuca Polícia prende suspeito de 21 roubos em Porto de Galinhas Crimes foram praticadas nos últimos quatro meses e as principais vitimas foram mulheres e funcionários de hotéis

Publicado em: 08/05/2019 15:28 Atualizado em: 08/05/2019 15:47

Ronaldo Washington dos Santos pode ser investigado por crimes em Serrambi. Foto: PCPE/Divulgação
Ronaldo Washington dos Santos pode ser investigado por crimes em Serrambi. Foto: PCPE/Divulgação
A polícia prendeu Ronaldo Washington dos Santos. Apontado como autor de roubos em 21 inquéritos registrados em Porto de Galinhas, em Ipojuca, ele abordava as vítimas em uma moto, geralmente usando capacete. Este número representa 47,7% das ocorrências registradas neste ano no balneário. A polícia contabilizou 44 crimes deste tipo de janeiro a abril.

O número de crimes do qual Ronaldo é suspeito pode aumentar. Segundo o delegado Mamedes de Oliveira, de Porto de Galinhas, dois inquéritos de roubos estão em análise e a autoria pode recair sobre Ronaldo. Ele constaria como suspeito em 52,3% dos inquéritos. Isso sem contabilizar suspeitas em praias vizinhas, a exemplo de Serrambi e onde crimes semelhantes ocorreram.

Mulheres e funcionários da rede hoteleira eram as vítimas preferenciais do suspeito, que agia em uma moto de cor preta. As abordagens costumavam acontecer em pontos próximos a hotéis e pousadas. “Ele rondava a localidade e atacava a vítima mais vulnerável”, disse Mamede. Para intimidar as vítimas, ao abordá-las, ele colocava as mãos para trás, dando a ideia de que poderia atirar contra elas caso não entregassem os pertences. Imagens obtidas pela polícia mostra isso no momento em que ele aborda duas mulheres, acompanhadas de uma criança, a metros da praia.

 A prisão de Ronaldo resultou de uma operação conjunta das delegacias de Porto de Galinhas e Ipojuca. E estava baseada em um mandado de prisão temporária por roubo, cujo prazo se expira na próxima sexta-feira. A polícia já solicitou que a Justiça decrete a prisão preventiva do suspeito, encaminhado para o Cotel, no município de Abreu e Lima.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.