Programação Homem da Meia-Noite, exposições, música erudita e passeios no fim de semana do Recife

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 03/05/2019 08:32 Atualizado em: 03/05/2019 08:38

Foto: Gabriel Melo/Arquivo DP Foto. (Foto: Gabriel Melo/Arquivo DP Foto.)
Foto: Gabriel Melo/Arquivo DP Foto.

Nos equipamentos e espaços públicos do Recife, uma variada programação será oferecida nestes sábado (4) e domingo (5) pós-feriado.No domingo, o tradicional Homem da Meia-Noite leva alegria e muito frevo para as ruas do Bairro do Recife. O projeto Música na Igreja recebe quarteto formado por integrantes da Orquestra Criança Cidadã. O Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM), segue com a exposição “O tempo é implacável”, da artista mineira Juliana Gontijo. O Museu Murillo La Greca apresenta a mostra “Risco! Atelier Aberto: A Eduardo Souza (in memorian)”. O Olha! Recife organiza passeio pela Academia Pernambucana de Letras e Parque da Jaqueira.

O Paço do Frevo promove, neste domingo (5), um arrastão cultural pelas ruas do Bairro do Recife. O convidado da vez é o Clube Carnavalesco de Alegoria e Crítica O Homem da Meia-Noite. Fundado em 1932, a agremiação é um dos grandes símbolos da folia momesca pernambucana e o boneco (ou calunga) que a representa é considerado Patrimônio Vivo do Estado. A concentração está marcada para as 15h30, no Marco Zero, com saída às 16h, em direção ao Paço. Como acontece em todo primeiro domingo do mês, o espaço cultural administrado pela Prefeitura do Recife terá visitação gratuita.

O Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM) apresenta a terceira exposição consecutiva assinada por uma mulher. Celebrando a relação entre territórios e os sujeitos que se percebem em trânsito, a artista mineira Juliana Gontijo faz sua estreia no Recife. Às margens do rio, a exposição “O tempo é implacável” fica em cartaz no MAMAM, até o dia 16 de junho, com visitação gratuita.

Com curadoria de Wagner Nardy, a exposição tem nos rios pernambucanos a sua nascente. Isso porque a exposição brotou da troca de cartas entre a artista e Paulo Bruscky, em que ela relata suas impressões e reflexões sobre o sujeito que se percebe em trânsito pelo território, motivadas pelo poema O Rio, de João Cabral de Melo Neto. O público pode conferir o trabalho de Juliana de terça a sexta, das 12h às 18h, e nos sábados e domingos, das 13h às 17h. A entrada é gratuita.

Investigando o corpo como um estado de conhecimento, imaginação, sensorialidade e pensamento crítico-reflexivo, está em cartaz no Murillo La Greca, a exposição “Risco! Atelier Aberto: A Eduardo Souza (in memorian)”. A exposição reúne trabalhos de diversos artistas, concebidos a partir de diversas linguagens, tendo o corpo como ponto de partida, objeto de estudo e até como plataforma artística.

Neste sábado (4), às 16h, o Risco! realiza a ação aberta Narrativas do Corpo no Museu Murillo La Greca. A sessão é parte do compartilhamento de alguns resultados da oficina homônima que aconteceu pelo projeto Risco! Atelier Aberto e foi ministrada pela artista Nathalia Queiroz. Vai ter sessão de modelo vivo, música ao vivo, além de performances de Avarbara, Rodrigo Cabral, Virginia Baptista, Jonas Araújo e Cayo Cesar. O evento é gratuito e aberto ao público. Para participar da atividade não é necessário realizar inscrição.

No Museu da Cidade, localizado no Forte das Cinco Pontas, no Bairro de São José, a exposição "Cinco Pontas" estará aberta à visitação gratuita no sábado e domingo, reunindo achados arqueológicos, pinturas e documentos que mostram a importância da fortificação em diversos momentos históricos da capital pernambucana. Em quase 400 anos de existência, o local já foi base para navegadores, depósito, prisão e quartel militar. 

Neste domingo (5), o Olha! Recife convida cidadãos recifenses e visitantes para uma caminhada pela Zona Norte do Recife. O passeio a pé começará às 9h, no Parque da Jaqueira, que concentra uma das maiores áreas verdes da cidade. O ponto de encontro será em frente à Capela Nossa Senhora da Conceição. Os participantes serão conduzidos também à Academia Pernambucana de Letras, casarão que pertenceu ao Barão Rodrigues Mendes, e ao Jardim do Baobá, primeiro trecho do Projeto Parque Capibaribe.

O Olha! Recife é o projeto de sensibilização turística realizado pela Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer. Ele abre as inscrições sempre nas sextas-feiras que antecedem os passeios, a partir das 9h. Os interessados devem garantir a presença acessando o site www.olharecife.com.br. É solicitado que os participantes levem um quilo de alimento não perecível no dia do passeio.

Domingo (5) também tem programação no Santuário Nossa Senhora de Fátima, na Rua Oliveira Lima, no bairro da Soledade. O Quarteto Vivace, grupo formado por alunos de instrumentos de cordas da Orquestra Criança Cidadã, se apresenta no Música na Igreja, projeto realizado pela Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer. A apresentação é gratuita, às 11h.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.