TRÂNSITO Maio Amarelo 2019 tem Educação de Trânsito nos bares

Publicado em: 02/05/2019 17:01 Atualizado em: 02/05/2019 17:43

Nesta quinta (2), orientadores de trânsito e artistas educadores da Trupe da CTTU foram às ruas. Foto: Andrea Rego Barros/PCR
Nesta quinta (2), orientadores de trânsito e artistas educadores da Trupe da CTTU foram às ruas. Foto: Andrea Rego Barros/PCR

Dentro das ações da 6ª edição do Movimento Maio Amarelo, técnicos da coordenação de educação para o trânsito do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (DETRAN-PE), promovem discussão sobre os cuidados no trânsito em diversos bares da cidade.

A ação começa nesta sexta (3), na Venda do Seu Antônio, Poço da Panela, a partir das 19h. Serão entregues peças educativas contendo dicas de boas práticas no trânsito. Os bares Real Botequim (Casa Forte, Recando Paraibano (Casa Forte), Facca (Parnamirim) e Guaiamum Gigante (Parnamirim) também farão parte da ação. Na ocasião, os amigos da vez receberão uma medalha, além de uma foto para guardar de recordação.

O objetivo da campanha é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de acidentes e vítimas no trânsito, ocasionados pela mistura fatal de álcool e direção, o não uso do cinto de segurança e o uso do celular ao conduzir o veículo. O foco desta ação é expandir as frentes de atuações para atingir adolescentes, jovens e adultos, com o intuito de reduzir consideravelmente o número de acidentes no estado. 

Nesta quinta (2), orientadores de trânsito e artistas educadores da Trupe da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) foram à Rua João Fernandes Vieira, no bairro da Boa Vista, para falar sobre a importância da travessia na faixa de pedestres. Os motoristas também foram orientados a respeitar a sinalização. A Campanha terá uma programação educativa estendida por todo o mês, como ações em escolas e em vias da cidade. 
 
MAIO AMARELO - Trata-se de um movimento internacional com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. A ação é coordenada entre o poder público e a sociedade civil, com a intenção de colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade. A marca que simboliza o movimento, o laço na cor amarela, segue a mesma proposta de conscientização já idealizada e bem-sucedida, adotada pelos movimentos de conscientização no combate ao câncer de mama, ao de próstata e, até mesmo, às campanhas de conscientização contra o vírus HIV, a mais consolidada nacional e internacionalmente. A escolha proposital do laço amarelo tem como intenção principal, portanto, colocar a necessidade da sociedade tratar os acidentes de trânsito como uma verdadeira epidemia e, consequentemente, acionar cada cidadão a adotar comportamento mais seguro e responsável.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.