Violência Homem é morto na orla de Boa Viagem

Publicado em: 29/04/2019 19:55 Atualizado em: 29/04/2019 20:10

Crédito: Google Street View
Crédito: Google Street View

Um homem foi assassinado, na tarde desta segunda-feira (29), na orla de Boa Viagem. O crime aconteceu nas imediações do Edifício Acaiaca. A vítima foi assassinada a tiros e estava sem documentos. O rapaz teria sido identificado como Marco por ambulantes que trabalham na região e estaria trabalhando em uma barraca da praia há cerca de um mês. 

Dois homens e uma mulher teriam chegado à praia para conversar com a vítima pouco antes do crime. De acordo com testemunhas, um deles puxou uma arma e atirou contra o abdômen e as costas do rapaz. Eles fugiram em um carro que estava estacionado próximo ao local.

De acordo com a Polícia Civil, a Força-Tarefa Homicídios, sob coordenação do delegado Paulo Dias, está investigando a morte. Perícias foram feitas no local, assim como a coleta de depoimentos. Câmaras de videomonitoramento, interligada ao Ciods, também poderão colaborar com os trabalhos.

Segurança
Em nota, a Civil afirmou que A Polícia Militar mantém o policiamento posicionado na área e, além do patrulhamento realizado por Guarnições Táticas e motopatrulheiros, há as equipes da Operação Orla Segura, que realizam patrulhamento a pé, e o monitoramento de câmeras de segurança. Unidades especializadas, como o Batalhão de Choque e a CIPCães, também colaboram com o trabalho ostensivo do 19º BPM. O Batalhão conta, ainda, com grupos de WhatsApp para agilizar o atendimento de comunidades e comerciantes que atuam na região da orla de Boa Viagem.

Apesar deste fato, a polícia reforçou que os crimes contra vida em todo o bairro de Boa Viagem, incluindo a orla, caíram. No primeiro trimestre de 2019, a redução nos CVLIs foi de 88% em Boa Viagem, em comparação com o mesmo período do ano passado. A queda foi de 16 casos para 2. A diminuição também teria se verificado nos roubos, com uma retração de 23%, o que significou 212 casos a menos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.