ESTACIONAMENTO Telhado desaba, deixa uma pessoa ferida e destrói quatro carros Acidente ocorreu por volta das 9h30 no bairro de Santo Amaro, no Recife

Publicado em: 29/04/2019 12:43 Atualizado em: 29/04/2019 14:48

Foto: Leandro de Santana/ESP. DP
Foto: Leandro de Santana/ESP. DP

O desabamento do detalhado de um estacionamento irregular deixou uma pessoa ferida e destruiu parcialmente quatro veículos, hoje pela manhã, no bairro de Santo Amaro, no Recife. O acidente ocorreu por volta das 9h30, na Rua Pedro Afonso.

Atingido na cabeça por fragmentos do telhado, o flanelinha Alef José, que trabalha nas imediações do estacionamento, foi encaminhado ao Hospital da Restauração, onde passa por exames médicos. Ele se encontra consciente e o estado de saúde é considerado estável.

O estado de conservação do estacionamento era ruim, segundo moradores da área. A reportagem do Diario constatou a presença de cupim na madeira. E, segundo os moradores, parte da madeira do telhado já estava empenada. O grau de conservação e o improviso renderam ao lugar o apelido de estacionamento “pé na cova”.

“Estava no estágio e me deram a notícia que caiu um telhado no estacionamento pé na cova. Vim desesperado e infelizmente tinha ocorrido o acidente no meu carro”, contou o estudante de medicina da Universidade de Pernambuco (UPE), Maurício Sérgio, 23 anos.

O carro de Maurício Sérgio, um HB20, foi o mais danificado dos quatro veículos atingidos pelo desabamento, tendo, além de partes arranhadas e amassadas, o parabrisa dianteiro quebrado. O estudante, que raramente estacionava no lugar, teve que acionar o seguro do carro. “Não tinha como prevê o acidente”, lamentou.

Os outros três carros atingidos pela estrutura do telhado também pertenciam a alunos do curso de medicina da UPE, que estudam ou fazem estágio no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC). O estacionamento foi montado em uma área pública em que antes funcionava um bar.

Em nota, Diretoria Executiva de Controle Urbano do Recife (Dircon) disse ter realizado diversas ações de fiscalização no imóvel. A última delas resultou em uma ação judicial, na qual o município pede a demolição da construção irregular, mas, conforme a Dircon, a Justiça ainda não se pronunciou sobre o pedido.

A Defesa Civil do Recife esteve no local, fez registros fotográficos e deve emitir laudos sobre a ocorrência.

Com informações do repórter Gustavo Carvalho.

 

 

 

 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.