INSANIDADE Polícia prende secretária de Saúde de Agrestina Operação investiga suspeita de distribuição irregular de remédio controlado no município

Publicado em: 25/04/2019 18:49 Atualizado em: 26/04/2019 08:48

 

Caixas de medicamentos estavam armazenadas em um banheiro Crédito: Polícia Federal/Divulgação
Caixas de medicamentos estavam armazenadas em um banheiro Crédito: Polícia Federal/Divulgação
A Polícia Federal prendeu hoje, em Agrestina, a secretária de Saúde, Célia Barbosa, e a encarregada pela farmácia do município. As prisões ocorreram dentro da Operação Insanidade, cujo objetivo é verificar possíveis irregularidades envolvendo remédios controlados na prefeitura. Havia indícios de que a secretaria distribuía medicamentos do tipo sem receita.

Na operação, a terceira do ano realizada pela Polícia Federal no município, distante 151 quilômetros do Recife, também se cumpriu dois mandados de busca e apreensão na secretaria e na farmácia. Foram apreendidos documentos e medicamentos acondicionados de maneira irregular. Dezenas de caixas estavam armazenadas em um banheiro. Célia e a encarregada foram encaminhadas para a Delegacia da Polícia Federal de Caruaru, onde terão audiência de custódia.

As duas outras operações foram realizadas em fevereiro e março deste ano. Na última, a Pescaria II, agentes federais atuaram com o apoio da Controladoria-Geral da União para desarticular um grupo suspeito de fraudar licitações. A operação que antecedeu a Pescaria II ocorreu em 21 de fevereiro, tendo sido presas três pessoas e realizados seis mandados de busca e apreensão. Investigações indicaram que contratos de fachada envolviam um valor acima de R$ 1,8 milhão.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.