Educação Rede municipal de ensino do Recife ganha quarto laboratório de tecnologia e inovação

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 25/04/2019 15:40 Atualizado em: 25/04/2019 15:56

Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR/Divulgação.
Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR/Divulgação.
A Escola Professor José da Costa Porto, na Ilha Joana Bezerra, área central do Recife, ganhou o quatro Laboratório de Ciência e Tecnologia da rede municipal de ensino. A entrega está prevista para as 8h desta sexta-feira (26). Até o fim do ano, a Prefeitura do Recife pretende entregar outros dez equipamentos semelhantes.

Impressora 3D, kits de robótica, microscópios, tablets, câmeras fotográficas e de filmagem, vidraria e substâncias químicas reagentes estarão a disposição de educadores e alunos. As escolas Rodolfo Aureliano, - na Várzea, com 900 alunos -; Pedro Augusto – na Boa Vista, com cerca de 400 estudantes – e Professor Antônio de Brito Alves – na Mustardinha, com 800 alunos – contam com espaços semelhantes.

Os laboratórios são formados por quatro quadrantes: Laboratório Convencional de Ciência Básica; Instrumentação Científica; Robótica e Programação e Espaço Maker. “É um espaço completo não apenas para as aulas de química e biologia, como se conhecia antigamente, mas com capacidade de atender para matemática, física, tecnologia, inovação, robótica, espaço maker para eles produzirem peças que tenham usabilidade no dia a dia da escola, em casa, na rua, na cidade. O laboratório transforma a escola em um local mais atrativo”, destacou o prefeito do Recife, Geraldo Julio, na inauguração do laboratório da Rodolfo Aureliano, o terceiro da rede.

Exceção

A presença de laboratórios de ciências nas escolas brasileiras ainda é rara. Dados do Censo Escolar 2017 mostram que apenas 10% das unidades de ensino do país – considerando as redes municipais, estaduais, federal e privada – contam com esse espaço de aprendizagem. Em Pernambuco, a taxa é de 9% (781 escolas públicas e privadas com laboratório de ciências). No Recife, o índice sobe para 18%.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.