Investigações Morre um dos suspeitos de ter envolvimento no homicídio de Mário Gouveia, no balneário Águas Finas

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 24/04/2019 10:55 Atualizado em: 24/04/2019 11:15

Latrocínio ocorreu na Estrada de Aldeia, no município de Paudalho.
Foto: Leandro de Santana/Esp. DP Foto. (Latrocínio ocorreu na Estrada de Aldeia, no município de Paudalho.
Foto: Leandro de Santana/Esp. DP Foto.)
Latrocínio ocorreu na Estrada de Aldeia, no município de Paudalho. Foto: Leandro de Santana/Esp. DP Foto.

Um dos suspeitos de ter envolvimento com o homicídio do empresário Mário Cavalcanti Gouveia Junior, 78 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira (24). Ele foi identificado como Wallace Everton Lemos da Silva, de 22 anos, e segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), estava internado sob custódia no Hospital Otávio de Freitas desde a última terça-feira. A Polícia investiga se Wallace teve participação na invasão à mansão do idoso, ocorrida na madrugada de ontem, no quilômetro 17 da Estrada de Aldeia, no município de Paudalho, Mata Norte do estado, onde também funciona o Parque Águas Finas. 

A SES não esclareceu se Wallace passou por cirurgia, nem a causa da morte. O suspeito pode ser um dos 15 assaltantes que entraram na residência e roubaram um baú e armas que o empresário colecionava. Policiais do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) Divisão Norte, coordenado pelo delegado Daniel Lira, continuam as investigações para descobrir a motivação do crime. De acordo com a Polícia Civil, as diligências seguem sob sigilo e o efetivo só deve detalhar as ações no final desta semana.

Leia mais:




Amostras de DNA coletadas no Parque Aquático Águas Finas e em dois carros localizados pela Polícia Civil serão comparadas para esclarecer a invasão à propriedade. Na manhã de ontem, um Fiat Toro foi localizado na Rua São Bento do Norte, no Cordeiro, Zona Oeste do Recife. Horas depois, um Renault Duster foi achado carbonizado na Barragem Goitá, em Paudalho. Os carros passam por perícia.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.