Saúde Conheça as doenças mais comuns durante o inverno No frio, o metabolismo muda e a imunidade diminui deixando o nosso organismo mais vulnerável a doenças respiratórias

Publicado em: 24/04/2019 10:26 Atualizado em: 24/04/2019 11:00

No inverno, o corpo fica mais suscetível a doenças. A orientação é se manter bem agasalhado e tomar bastante líquido. Crédito: Pixabay/Divulgação
No inverno, o corpo fica mais suscetível a doenças. A orientação é se manter bem agasalhado e tomar bastante líquido. Crédito: Pixabay/Divulgação

 
Com a chegada do tempo frio, o metabolismo do corpo humano acelera para tentar compensar a temperatura externa. É um período, então, em que a imunidade diminui, deixando o organismo mais vulnerável a doenças.

De acordo com o otorrinolaringologista Stênio Ponte, a estação aumenta a frequência de gripes, resfriados, bronquite, asma e pneumonia, além de problemas cardíacos e até mesmo alterações de humor. Crianças e idosos devem ficar ainda mais atentos para prevenir as doenças.

Em caso de sintomas como coriza, febre, tosse seca e dor muscular por mais de 48 horas, é importante buscar um médico. Mas o destaque apontado pelo especialista é a prevenção. Confira dez dicas para evitar as situações de mal-estar da temporada:

Beba água
A orientação dos especialistas é que a ingestão de água deve estar relacionada ao peso da pessoa, mas, em geral, deve-se beber entre 2L e 3L por dia, explica Stênio.

Faça atividade física
Os exercícios proporcionam vitalidade ao corpo e reforçam o metabolismo para o combate a doenças.

Consuma Vitamina C
Não produzida pelo organismo humano, ela atua na defesa contra infecções e fortalece a imunidade. Algumas frutas, tais como  limão e laranja; e verduras, como brócolis e couve, são fontes naturais de Vitamina C.

Umidificador
Quando o tempo está seco, muita gente utiliza o umidificador de ar. Porém, não são todos os lares que se preocupam com a manutenção do equipamento. Com o risco de acúmulo de poeira, é indicado colocar a tradicional bacia com água ou uma toalha molhada no ambiente.

Durma bem
Uma boa noite de sono é importante para a qualidade de vida, colaborando para conservação de energia, imunidade, restauração de tecidos e organização da memória. Isso vale para todo o ano.

Evite aglomerações
Para que passe o frio, muitas pessoas costumam ficar mais próximas e manter o ambiente sem circulação de ar. Em transporte público, por exemplo, as janelas costumam ficar fechadas. Porém, as aglomerações facilitam a circulação de vírus.

Use agasalho
Proteger o corpo com roupas de frio é fundamental, o que auxilia no cuidado contra coriza e problemas de garganta, por exemplo. O agasalho impede mudanças bruscas na temperatura.

Lave as mãos
A frequência na higienização das mãos é ação poderosa contra as doenças de inverno. Assim, evitam-se os vírus que vêm do contato com pessoas ou locais infectados.

Vacine-se
Como os vírus relacionados à gripe costumam mudar a cada ano, é importante manter a vacinação atualizada. A imunização oferecida pela rede de saúde é frequentemente renovada.(Agência Brasil) 


Quais as doenças mais comuns no inverno?

Durante os meses mais frios do ano, os diagnósticos mais comuns são de rinite alérgica, asma, sinusite, exacerbações de bronquite crônica, DPOC (doença obstrutiva pulmonar crônica), enfisema pulmonar e pneumonias.
 
Por que as doenças respiratórias são tão frequentes durante o outono e inverno?

Nesse período é comum a baixa umidade do ar, as alterações bruscas de temperatura e o aumento da poluição atmosférica, fatores preocupantes para quem sofre de doenças respiratórias crônicas. Além disso, nos dias frios as pessoas costumam ficar mais tempo em ambientes fechados, com pouca ventilação, o que favorece o desencadeamento de doenças respiratórias e também a transmissão de gripe  e resfriados e outras bactérias e viroses.
 
Em caso de sintomas como coriza, espirro e tosse, o paciente pode se automedicar?

Não, pois o tratamento inadequado pode até agravar o quadro. Por isso, é fundamental que o paciente procure um médico e passe por uma avaliação.
 
Como evitar as doenças respiratórias no inverno?

Algumas medidas simples podem ajudar a prevenir as doenças respiratórias, como evitar ambientes fechados e sem ventilação, lavar bem as mãos, proteger a boca ao tossir, beber bastante água e evitar o acúmulo de poeira. As blusas, mantas e cobertores guardados por muito tempo devem ser lavados e colocados para secar ao sol. Também é recomendada a lavagem nasal com solução fisiológica para aliviar a irritação.
 
A vacina contra gripe é indicada para quem tem doenças respiratórias crônicas?

A gripe pode complicar o quadro de pacientes portadores de doenças respiratórias crônicas e pode além disso complicar-se com outras infecções , por isso, é recomendada a vacinação.

* Dicas do Dr.Elie Fiss, coordenador do Centro de Pneumologia do Hospital Alemão Osvaldo Cruz 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.