Crime Pai e filho são presos por fraudar CPF e identidade

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 09/04/2019 09:38 Atualizado em:

Polícia Federal apreendeu documentos falsos com a dupla de suspeitos.
Foto: Divulgação/Polícia Federal. (Polícia Federal apreendeu documentos falsos com a dupla de suspeitos.
Foto: Divulgação/Polícia Federal.)
Polícia Federal apreendeu documentos falsos com a dupla de suspeitos. Foto: Divulgação/Polícia Federal.

Dois homens foram presos pela Polícia Federal (PF) suspeitos de fraudar documentos de identificação. De acordo com a PF, eles são pai e filho e conseguiam emitir CPF e cédulas de identidade falsos na agência da Receita Federal do município de Goiana, na Região Metropolitana do Recife. A prisão foi decretada no bairro de Parnamirim, em Natal, no estado do Rio Grande do Norte, em um condomínio de luxo.

Os suspeitos foram identificados como Manoel Antônio da Costa Neto, de 47 anos e Breno Marcílio Gonçalves da Costa, 27. O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 25° Vara Federal, em Goiana. Segundo as investigações policiais, a dupla agia nos estados de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

A Polícia Federal divulgou os documentos que comprovavam as fraudes cometidas, como identidades ainda sem foto, CPFs, certidão de nascimento e papéis de cartório para simular a idoneidade das cédulas. Para a PF, os dois aliciavam pessoas e praticavam golpes. Os acusados passaram por audiência de custódia e foram encaminhados ao Centro de Observação e Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. Eles podem responder pelos crimes de falsificação de documentos, inserção de dados faltos e organização criminosa.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.