Urbanismo Moradores de Noronha fazem protesto no Recife por moradias

Publicado em: 08/04/2019 19:37 Atualizado em: 08/04/2019 19:42

Crédito: Teresa Maia/DP/D.A Press
Crédito: Teresa Maia/DP/D.A Press

Um grupo de 100 moradores permanentes de Fernando de Noronha vem ao Recife, nesta terça-feira (9), para realizar um protesto na frente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) contra o não atendimento da política habitacional. De acordo com o grupo, a atual administração distrital de Noronha não estaria cumprindo o acordado. O protesto está marcado para acontecer às 15h.

O Conselho Distrital de Fernando de Noronha montou uma relação de 140 nomes com base nos critérios da política habitacional para recebimento de moradias. Eles relamam que a administração ainda não se posicionou para oficializar a autorização de contrução de moradias.

A política habitacional foi criada para reduzir o déficit de 400 famílias de moradores permanentes que vivem em situação crítica em Noronha, a partir de exigências como possuir baixa renda e maior número de integrantes.

O grupo  será recebido na sala da Comissão de Cidadania e Justiça da Alepe, acompanhado do conselheiro Distrital Ailton Júnior, para reunião com o Deputado Waldemar Borges, presidente da CCJ.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.