• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Amanhã Trabalhadores em educação cruzam os braços a partir desta quarta Mobilização é contra a Reforma da Previdência e pelo cumprimento da Lei do Piso Salarial Nacional

Publicado em: 14/03/2017 11:38 Atualizado em: 15/03/2017 08:22

Os trabalhadores em Educação de Pernambuco cruzam os braços a partir desta quarta-feira. De acordo com o sindicato da categoria, o Sintepe, a classe vai aderir à greve, que será deflagrada durante assembleia unificada, marcada para as 9h, na Praça Oswaldo Cruz, no Recife.

A mobilização dos trabalhadores se posiciona contra a Reforma da Previdência e pelo cumprimento da Lei do Piso Salarial Nacional e foi convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). No dia 12 de janeiro, o Ministério da Educação reajustou o Piso Salarial Educacional em 7,64 %, que agora é de R$ 2.298,80 e precisa ser cumprido pelo governo do estado e prefeituras. Já a Reforma da Previdência retira direitos dos trabalhadores, prejudicando em grande escala especificamente as educadoras. De forma unificada, o Sintepe em conjunto com os sindicatos da educação Sinproja, Sinpc, Sinpmol, Sinpremo, Simpere e Sinpro participará da Greve Nacional.

Para a próxima sexta-feira está programado mais um ato unificado contra a Reforma da Previdência e pelo Cumprimento da Lei do Piso Salarial. O protesto terá início às 14h, na Praça do Derby, no Recife.

Confira o calendário das mobilizações:

15/03
Início da Greve Geral contra a Reforma da Previdência e pelo Cumprimento da Lei do Piso Salarial e Assembleia Unificada
Praça Oswaldo Cruz, às 9h, no Recife.

17/03
Ato Unificado contra a Reforma da Previdência e pelo Cumprimento da Lei do Piso Salarial
17 de março, às 14h, na Praça do Derby, no Recife.

20/03
Assembleia



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.