Relação Nova conversa entre Dallagnol e Moro menciona o ministro Luiz Fux

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 12/06/2019 19:56 Atualizado em: 12/06/2019 20:26

Fotos: Fernando Frazão/Agência Brasil, Marcelo Camargo/Agência Brasil, Divulgação/STF (Fotos: Fernando Frazão/Agência Brasil, Marcelo Camargo/Agência Brasil, Divulgação/STF)
Fotos: Fernando Frazão/Agência Brasil, Marcelo Camargo/Agência Brasil, Divulgação/STF
Novos trechos de diálogos entre o atual ministro da Justiça Sérgio Moro e o procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol, foram divulgados na noite desta quarta-feira (12) pelo editor-executivo do The Intercept Brasil Leandro Demori, que revelou, com exclusividade, ao jornalista Reinaldo Azevedo.
 
Na conversa de abril de 2016, é abordado um suposto apoio para Dallagnol e Moro do ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux, que teria declarado que a força-tarefa da Operação Lava Jato poderia contar com ele "para o que precisasse". Moro, ainda no papel de juiz, diz "In Fux we trust", que, traduzido para o português, "Em Fux nós confiamos". 

Uma suposta desavença entre Moro e o então relator da Operação Lava Jato no STF, Teori Zavascki, também é tratada na conversa. Zavascki esteve na função até morrer em acidente aéreo em janeiro de 2017.

Confira os diálogos divulgados: 

Deltan: Caros, conversei com o Fux mais uma vez hoje.
 
Deltan: Reservado, é claro: O Min Fux disse quase espontaneamente que o ministro Teori Zavascki fez queda de braço com o Moro e viu que se queimou. E que o tom da resposta de Moro foi ótimo. Disse para contarmos com ele para o que precisarmos mais uma vez. Só faltou, como bom carioca, chamar-me para ir à casa dele. rsrs. Mas os sinais foram ótimos. Falei da importância de nos protegermos como instituições.

Deltan: Em especial no novo governo (onde se refere ao de Michel Temer).

Moro: Excelente. In Fux we trust (Em Fux nós confiamos).
 
Deltan: kkk 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.