reunião 'Poderes deveriam buscar eficiência, e não pacto', diz Alvaro Dias

Por: AE

Publicado em: 28/05/2019 13:26 Atualizado em:

Foto: José Cruz/Agência Brasil
Foto: José Cruz/Agência Brasil
O líder do Podemos no Senado, Alvaro Dias (PR), afirmou que o pacto entre os três Poderes discutido nesta terça-feira (28) pelos presidentes da República, do Senado, da Câmara e do Supremo Tribunal Federal não terá efeitos práticos se o governo não corrigir falhas na articulação política. Ainda assim, Dias acredita na aprovação da reforma da Previdência por causa da necessidade da proposta.

"Acho que e a palavra-chave não é pacto, é eficiência. Temos que buscar eficiência maior, e a falha maior é do Executivo nas suas escolhas, no comportamento, na articulação política", comentou. O senador também aponta uma "parcela de responsabilidade" do Congresso. "O Legislativo tem que ser mais pragmático, mais ágil". 

Para o líder do Podemos, o presidente do STF, Dias Toffoli, teria mais força ao propor um pacto se a Corte fosse mais eficiente para julgar os casos da Operação Lava Jato.

No pacto discutido nesta terça em café no Palácio da Alvorada, um dos pontos é a reforma da Previdência que, na avaliação de Alvaro Dias, será aprovada independentemente da relação entre os Poderes. "A reforma da Previdência será aprovada, obviamente com as aliterações que são conhecidas. É inevitável uma tramitação mais lenta do que gostaríamos", acrescentou.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.