Presidente Eu agora sou o novo 'homemfóbico', disse o presidente Jair Bolsonaro

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 20/05/2019 21:16 Atualizado em:

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta segunda-feira (20/5) que confirmará a nomeação de Denise Pires de Carvalho, primeira mulher escolhida para ocupar o cargo de reitora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ela foi escolhida pela comunidade acadêmica em primeiro turno da consulta eleitoral, com 9.427 votos, e confirmada pelo colégio eleitoral da instituição. 

Bolsonaro se pronunciou durante a cerimônia de entrega da Medalha do Mérito Industrial na sede da Firjan, no Rio. “Hoje, devo assinar aqui o nome da nova reitora da UFRJ . Tomei conhecimento a respeito dela, da lista tríplice, bem como de mais chegados, é a pessoa adequada para estar à frente da UFRJ. Eu disse reitora, já dei a dica de quem é. Os outros dois são homens. Eu agora sou o novo ‘homemfóbico’.”

Bolsonaro ainda comentou o contingenciamento de ao menos 30% das universidades e institutos federais para o orçamento discricionário e os protestos nacionais da educação ocorridos no último dia 15. “Nosso querido Exército Brasileiro faz um trabalho excepcional. O nosso contingenciamento foi de 40%. Na Educação foi mais ou menos 3,5%. Gente na rua protestando. Quando digo que o Brasil não tem nenhuma universidade entre as 250 melhores do mundo, algo tá errado”, afirmou.

Carvalho foi vitoriosa no primeiro turno devido ao sistema de ponderação adotado no regimento da pesquisa, as chapas 10, 40 e 20 tiveram, respectivamente, 24,66%, 17,68% e 4,83% dos votos possíveis dentro do universo de votantes. Para ser encerrada no primeiro turno, a chapa em primeiro lugar deveria ter um total de votos superior à soma da votação das outras chapas, mais brancos e nulos. Assim, o segundo turno não ocorreu por uma diferença de 0,9% entre o percentual da chapa 10 e os demais.  A pesquisa registrou 121 votos brancos (0,41%) e 233 nulos (0,82%).

Ela é professora titular do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (IBCCF/UFRJ). Leciona nos cursos de graduação da área da saúde e nos programas de pós-graduação em Medicina (Endocrinologia) e Ciências Biológicas-Fisiologia da UFRJ. É também médica formada pela UFRJ com diploma cum laude (coeficiente de rendimento acumulado acima de 8), possui mestrado e doutorado em Ciências Biológicas (Biofísica), ambos pelo IBCCF/UFRJ.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.