pernambuco Edilson Silva e Albanise Pires anunciam saída do PSOL

Por: Ed. de Política

Publicado em: 07/05/2019 10:52 Atualizado em: 07/05/2019 10:57

Foto: Divulgação/Alepe (Foto: Divulgação/Alepe)
Foto: Divulgação/Alepe


O ex-deputado estadual Edilson Silva e a ex-presidente do PSOL Albanise Pires anunciaram, nesta segunda-feira (6), suas desfiliações do partido. A alegação deles é de perseguição por parte da maioria da atual direção estadual da sigla. Ainda de acordo com a assessoria de Edilson, também deixaram o partido a ex-dirigente Gaby Conde. 

Os desfiliados alegam que pretendem se manter unidos em um Coletivo local fazendo debates e visando às eleições de 2020, quando devem apresentar uma chapa proporcional de candidatos. Segundo a nota, o objetivo é buscar um novo partido após “um amplo diálogo”. 

Mesmo com as críticas à direção estadual, os agora desfiliados fizeram um alento à sigla psolista ao elogiarem a postura da direção nacional. Segundo eles, “o litígio é sobretudo local”. 

Edilson Silva foi fundador do partido em Pernambuco em 2004. Ele foi candidato à Prefeitura do Recife por duas vezes e também por duas ocasiões concorreu ao Governo do Estado. Foi o primeiro parlamentar do PSOL em Pernambuco, quando foi eleito em 2014 para uma das cadeiras da Assembleia Legislativa, mas não conseguiu a reeleição em 2018. 

Foto: Divulgação/Assessoria (Foto: Divulgação/Assessoria)
Foto: Divulgação/Assessoria


Também fundadora do PSOL, Albanise Pires ocupava a executiva estadual do desde o princípio do partido, chegando a presidir o colegiado até 2017. Já foi candidata a vice-prefeita do Recife, é suplente de vereadora desde as eleições de 2016 e, em 2018, quando tentou uma vaga do Senado Federal, conseguiu 142.280 votos. 

Posicionamento do PSOL

Em nota, a direção estadual afirmou que recebeu “sem surpresas” a saída dos integrantes do partido. “Apesar de não terem comunicado formalmente às instâncias, o partido tem percebido o afastamento deste grupo político da nossa sigla, uma vez que já há alguns meses os mesmos não frequentavam mais os espaços deliberativos da legenda, se ausentando completamente da vida partidária”, afirmou o partido. 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.