venezuela Brasil é favorável a soluções diplomáticas na Venezuela, diz Araújo

Por: AE

Publicado em: 30/04/2019 11:40 Atualizado em:

Foto: Yuri CORTEZ / AFP
Foto: Yuri CORTEZ / AFP
O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, conversou com jornalistas nesta terça-feira, 30, sobre a situação na Venezuela. Perguntado se o Brasil mantém o posicionamento de não apoiar uma ação militar na nação vizinha, Araújo destacou que o País continua sendo favorável a soluções diplomáticas e "algumas sanções econômicas". Ele enfatizou que, sobre os acontecimentos desta terça, é preciso acompanhar as evoluções "minuto a minuto".

Araújo afirmou que o Brasil avalia como positivo o apoio de militares ao autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó. O chanceler disse ainda que o Brasil espera que todas as forças do país vizinho se juntem ao "chamado à democracia" convocado por Guaidó e que continua apoiando soluções políticas, diplomáticas e sanções econômicas à Venezuela. 

"A posição de base continua sendo, evidentemente, de apoio ao processo de transição conduzido pelo presidente encarregado Juan Guaidó e expectativa de que todas as forças venezuelanas atendam a esse chamado à democracia", disse o chanceler brasileiro em pronunciamento à imprensa após reunião com o ministro das Relações Externas da Alemanha, Heiko Mass, no Itamaraty. 

O Itamaraty deve divulgar um comunicado se posicionando sobre os acontecimentos do país vizinho. O ministro ponderou que ainda é preciso acompanhar a situação em tempo real para analisar os fatos durante esta terça-feira.

Na Venezuela, Juan Guaidó afirmou que militares o apoiam em movimento para acabar com a "usurpação do poder" no país e convocou todos para as ruas do país para pressionar o presidente Nicolás Maduro - que também afirma ter apoio das forças militares.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.