Campanha eleitoral Panfletos suspeitos de campanha eleitoral são apreendidos na Universidade Federal de Campina Grande Material foi pego em uma busca realizada pela Polícia Federal da Paraíba, sob determinação da Justiça Eleitoral daquele estado

Publicado em: 25/10/2018 14:25 Atualizado em: 25/10/2018 14:39

Imagem: Facebook/Reprodução
Imagem: Facebook/Reprodução

A Polícia Federal da Paraíba cumpriu no início da tarde desta quinta-feira (25) um mandando de busca e apreensão na Associação de Docentes da Universidade Federal de Campina Grande (Adufcg). A ordem judicial, assinada pelo juiz eleitoral Hoácio Ferreira de Melo Júnior, da 17° Zona Eleitoral de Campina Grande, na Paraíba, determina a apreensão de panfletos intitulados 'Manifesto em Defesa da Democracia e da Universidade Pública' bem como outros materiais de campanha eleitoral em favor do candidato à presidência da República, Fernando Haddad (PT).

A ordem de busca e apreensão foi autorizada após uma briga motivada por questões políticas, envolvendo um professsor, registrada na última quarta-feira (24), dentro de uma das salas de aula da unidade de ensino. O juiz eleitoral explicou que a Polícia Federal entrou com uma representação solicitando a abertura de inquérito para apurar crime de agressão.

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
De acordo com o juiz eleitoral, “em qualquer órgão público é proibida toda e qualquer manifestação política de panfletagem, de propaganda pública” e que a infração às regras provocou o mandado de busca e apreensão. Horácio de Melo Júnior antecipou ainda que “nós vamos punir criminalmente os responsáveis que estiverem à frente dessa panfletagem e desse movimento”.

A universidade informou que foram apreendidos HDs de computadores, além de panfletos, material em defesa da instituição de ensino. Ninguém foi preso ou levado para prestar depoimento. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.