ditadura Justiça espanhola suspende exumação de Franco

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 04/06/2019 08:29 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet
A Suprema Corte espanhola decidiu nesta terça-feira suspender por precaução a exumação dos restos mortais do ditador Francisco Franco de seu mausoléu, enquanto o recurso apresentado pela família é examinado.

A exumação, marcada para a próxima segunda-feira pelo governo, está no centro de uma batalha judicial entre o governo socialista e os descendentes do ditador que governou a Espanha com mão de ferro de 1939 a 1975 e está enterrado em um mausoléu faraônico perto de Madri.

A Suprema Corte apontou em um comunicado que uma de suas câmaras "decidiu por unanimidade suspender por precaução a exumação dos restos mortais de Francisco Franco Bahamonde que ocorreria em 10 de junho". 

Para a mais alta instância judiciária da Espanha, a suspensão visa evitar "danos" que poderiam ser causados à família do ditador, mas também ao Estado, se o recurso dos descendentes de Franco for finalmente aceito. O que forçaria a devolução do corpo para onde está atualmente.

O governo do socialista Pedro Sánchez quer enterrar Franco em um lugar mais discreto, no cemitério do Pardo em Madri.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.