Religião Papa pede para políticos não semearem ódio e medo: 'Superem as divisões e as fronteiras'

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 02/06/2019 18:42 Atualizado em:

Foto: Filippo Monteforte/AFP
Foto: Filippo Monteforte/AFP

O papa Francisco disse, neste domingo (2), que os políticos não devem "nunca semear ódio e medo" ao responder uma pergunta sobre Matteo Salvini, vice primeiro-ministro da Itália e um dos líderes da extrema-direita na Europa.

O pontífice disse aos jornalistas, no voo de volta de uma viagem de três dias à Romênia, que seria "muito imprudente" de sua parte expressar uma opinião sobre o vice-primeiro-ministro e ministro do Interior, líder do partido anti-imigração Liga.

Francisco insistiu que não recebeu Salvini - que sempre carrega um terço católico em seus comícios - apenas porque o ministro não solicitou uma audiência privada.

"Rezo por todos, para que os italianos avancem, para que se unam", disse, dias depois de os partidos de extrema direita da Itália ganharem mais 40% dos votos nas eleições europeias, em grande parte graças a sua mensagem contra a imigração.

"Devemos ajudar os políticos a serem honestos (...) Um político nunca deve semear ódio e medo, nunca", declarou. Francisco também repetiu seu pedido para que a Europa "supere as divisões e as fronteiras".

"Vemos fronteiras na Europa e não servem para nada. Por favor, não deixem que a Europa seja derrotada pelo pessimismo ou pelas ideologias. A Europa não está sendo atacada por armas, ou bombas, mas por ideologias", concluiu.


TAGS: medo odio papa

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.