Medida Canadá e México fazem frente comum contra tarifas americanas

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 14/05/2019 22:55 Atualizado em:

A ministra canadense de Relações Exteriores, Chrystia Freeland, que recebeu uma delegação do governo mexicano nesta terça-feira (14), considerou que as tarifas americanas sobre alumínio e aço deveriam ser eliminadas para criar "um verdadeiro livre-comércio" na América do Norte.

"Está na hora de abolir as tarifas, achamos que será benéfico para a competitividade de todo o continente e para nos aproximarmos de um verdadeiro livre-comércio", declarou Freeland durante coletiva de imprensa em Toronto.

"Tenho a esperança de que se fizermos as coisas bem feitas, os americanos poderiam se unir a nosso ponto de vista", avaliou Jesús Seade, subsecretário mexicano de Relações Exteriores para a América do Norte.

O México, assim como o Canadá, é alvo de tarifas impostas por Washington e prepara novas "tarifas de represália, que incluirão considerações econômicas e políticas" para protestar contra as taxas do governo de Donald Trump, afirmou Gabriela Márquez Colin, secretária mexicana da Economia.

Freeland visitará Washington na quarta-feira para se reunir com o representante comercial americano, Robert Lighthizer. Mais uma vez, tentará argumentar que "é mais importante que nunca restabelecer o livre-comércio de aço e alumínio entre Canadá e Estados Unidos", disse.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.