VIOLÊNCIA Deputado argentino é ferido com tiro no tórax em ataque próximo ao Congresso

Por: Folha Press

Publicado em: 09/05/2019 12:26 Atualizado em:

Deputado argentino Héctor Olivares (Foto: Reprodução/Internet)
Deputado argentino Héctor Olivares (Foto: Reprodução/Internet)
O deputado argentino Héctor Olivares, da União Cívica Radical, partido que integra a coalizão governista do presidente Mauricio Macri, foi ferido na manhã desta quinta-feira (9), com um tiro no tórax.

Um funcionário de uma empresa estatal de eletricidade, Miguel Yadón, que estava com ele, morreu após ser atingido por cinco disparos. Os dois estavam caminhando, a uma quadra do Congresso, em Buenos Aires.

Os tiros foram feitos a partir de um carro estacionado, com dois homens dentro, segundo testemunhas. Após os disparos, o carro arrancou e deixou o local em alta velocidade.

Olivares passou por uma cirurgia e está internado em estado grave no hospital Ramos Mejía. O presidente Mauricio Macri disse que irá "até as últimas consequências para descobrir o que aconteceu e quem são os responsáveis pelo ataque ao deputado Héctor Olivares".

Acrescentou que está acompanhando seu estado de saúde e que já conversou com a família do deputado, que é de La Rioja e está indo para a capital. 

O secretário de segurança da cidade, Marcelo D'Alessandro, afirmou, no final da manhã, que a intenção "direta era matá-lo". "É um atentado, um episódio mafioso."

Por ora, não há suspeitos com nomes divulgados nem detidos, mas D'Alessandro disse que a polícia já tem as informações necessárias para seguir com a investigação.

Os tiros ocorreram logo cedo, antes das 7h, no centro de Buenos Aires.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.