venezuela Governo espanhol pede para evitar 'derramamento de sangue' na Venezuela

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 30/04/2019 09:12 Atualizado em:

Foto: YURI CORTEZ / AFP
Foto: YURI CORTEZ / AFP
O governo da Espanha pediu nesta terça-feira para evitar "um derramamento de sangue" na Venezuela, depois que o opositor Juan Guaidó anunciou o apoio de alguns militares, manobra denunciada pelo chavismo como uma "tentativa de golpe de Estado".

"Desejamos com todas as nossas forças que não acontece um derramamento de sangue", afirmou Isabel Celáa, porta-voz do governo do primeiro-ministro Pedro Sánchez, que em fevereiro reconheceu Guaidó como presidente encarregado do país.

A porta-voz insistiu na necessidade de uma "convocação imediata de eleições presidenciais" e de um "processo democrático pacífico".

"A solução para a Venezuela tem que vir da mão de um movimento pacífico, de eleições democráticas. Portanto, a Espanha não respalda nenhum golpe militar", completou.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.