Socorro Maduro anuncia acordo com Cruz Vermelha para ajuda humanitária à Venezuela

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 10/04/2019 22:53 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Facebook (Foto: Reprodução/Facebook)
Foto: Reprodução/Facebook
O presidente Nicolás Maduro anunciou nesta quarta-feira (10) um acordo com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICR) para que a Venezuela receba "ajuda humanitária".

O governo e a CICR acertaram "trabalhar conjuntamente com os organismos da ONU para trazer à Venezuela toda a ajuda de carácter humanitário possível", disse Maduro em cadeia nacional de rádio e TV.

Maduro, que nega que seu país sofra uma crise humanitária, disse que a cooperação deve ser administrada "sem politicagem, sem politização farsante e pelos caminhos da legalidade e do respeito".

O líder opositor Juan Guaidó, reconhecido por mais de 50 países como presidente interino, empreendeu em janeiro uma campanha para receber ajuda humanitária de Estados Unidos através das fronteiras com Brasil e Colômbia. Mas Maduro impediu a entrada desta ajuda e vários caminhões ficaram bloqueados na fronteira.

Segundo a ONU, quase um quarto dos 30 milhões de venezuelanos precisam de ajuda "urgente", com 3,7 milhões de pessoas sofrendo de desnutrição, incluindo 22% dos menores de cinco anos sob desnutrição crônica.

Os parâmetros da ajuda serão definidos em um documento que "está sendo negociado" pelo chanceler Jorge Arreaza, informou Maduro.

A Venezuela atravessa a pior crise de sua história moderna, com desabastecimento crônico de alimentos, medicamentos e gêneros de primeira necessidade, além de uma hiperinflação projetada de 10.000.000% para 2019.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.