Reino Unido May: acordo do Brexit com trabalhistas exigirá 'compromissos' mútuos

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 07/04/2019 17:41 Atualizado em:

A primeira-ministra britânica, Theresa May, muitas vezes acusada de ser inflexível, admitiu no domingo (7) que chegar a um acordo para o Brexit com a oposição exigirá "compromissos" de ambos os lados.

Em um momento de grande fraqueza, May iniciou as negociações nesta semana com o principal partido da oposição, o Partido Trabalhista, em uma tentativa de acabar com meses de crise política devido à falta de apoio para o acordo de divórcio alcançado com a União Europeia.

O acordo foi rejeitado três vezes pelos parlamentares.

No entanto, após vários dias de negociações, o Partido Trabalhista reclamou que a equipe de May permaneceu inflexível quanto ao seu plano.

Além disso, as negociações causaram indignação em alguns conservadores que preferem não ver o líder esquerdista Jeremy Corbyn envolvido na solução do imbróglio do Brexit.

"Precisamos chegar a um acordo e é por isso que estamos procurando novas formas de encontrar um consenso no parlamento", disse May em um vídeo divulgado neste domingo.

"Há muitas coisas em que não concordo com o Partido Trabalhista (...), mas acho que estamos de acordo em algumas coisas no Brexit (...), é por isso que estamos conversando."

Sobre as perspectivas de chegar a um acordo, a primeira-ministra acrescentou: "vai exigir compromissos de ambas as partes".

May está ficando sem tempo para o seu país deixar a UE de forma ordenada e acordada após 46 anos de adesão.

Na quarta-feira ela vai participar de uma cúpula da União Europeia para conseguir uma nova prorrogação do prazo, até 30 de junho, para evitar sair na próxima semana sem acordo.

A data de saída original, de 29 de março, foi adiada no mês passado até 12 de abril devido à incapacidade do parlamento para chegar a um acordo.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.