Catástrofe Irã, debaixo d'água, se prepara para novas inundações

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 02/04/2019 20:35 Atualizado em:

Os serviços de resgate iranianos se preparam, nesta terça-feira (2), para novas inundações maciças em uma província do oeste do país, onde preveem abrigar cerca de 100.000 pessoas.

Em março, o Irã foi afetado por inundações excepcionais, que causaram 45 mortes no país.

O mau tempo se deslocará para o sudoeste, rumo à província de Kuzestão, onde "muitos povoados estão debaixo d'água",  alertou à televisão pública o responsável da Meia-Lua Vermelha Iraniana, Ali Asghar Peivandi.

"Tendo em conta que represas podem transbordar, estamos preparados para abrigar de urgência 100.000 pessoas", acrescentou.

As reservas de "nossas represas estão cheias em até 95%", indicou à televisão pública o governador da província de Kuzestão, Gholamreza Shariati.

"Em 15 províncias, 141 rios saíram de seu curso e foram registrados cerca de 400 deslizamentos", declarou o porta-voz da organização de gestão de catástrofes, Behnam Saeedi, à televisão pública.

A principal ferrovia que une Teerã ao norte e ao sul do país também ficou debaixo d'água ou sepultada por deslizamentos de terra. As inundações também danificaram cerca de 12.000 km de estradas.

Na segunda-feira (1º), o ministro das Relações Exteriores iraniano, Javad Zarif, afirmou que as sanções americanas contra o Irã afetam os esforços em termos de ajuda da Meia-Lua Vermelha.

Na terça, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, indicou que a má gestão do regime iraniano é a responsável pela devastação, e que seu país está pronto para ajudar.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.