Aviação Presidente executivo da Airbus receberá 36,8 milhões de euros ao deixar a empresa

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 02/04/2019 08:28 Atualizado em: 02/04/2019 08:33

Foto: AFP
Foto: AFP
O presidente executivo da fabricante europeia de aviões Airbus, Tom Enders, receberá 36,8 milhões de euros após sua aposentadoria, em 10 de abril, de acordo com os cálculos da empresa de consultoria Proxinvest.

Enders receberia 26,3 milhões de euros da Airbus para sua pensão, valor ao qual são adicionadas ações gratuitas avaliadas em 7,3 milhões de euros e outros € 3,2 milhões de um bônus de não concorrência durante um ano.

A Airbus confirmou à AFP a "coerência" dos "cálculos teóricos" sobre a pensão, que consideram um período de 20 anos, o que corresponde a 1,31 milhão de euros por ano, de acordo com as estimativas da Proxinvest, publicadas pelo jornal Le Monde. 

"O bônus de não concorrência é muito elevado e 12 meses passam rápido. Se dentro de um ano e meio Enders quiser assessora outra empresa, terá o direito de fazer isto", afirmou Loic Dessaint, diretor da Proxinvest.

As remunerações não serão submetidas ao voto dos acionistas, como determina a lei francesa, porque a Airbus é registrada como uma empresa holandesa.

Enders cederá o posto no dia 10 de abril a Guillaume Faury, atual presidente da filial de aviação comercial da Airbus.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.