internet Bruxelas multa Google em 1,49 bilhão de euros por abuso de posição dominante

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 20/03/2019 12:05 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Pixabay
Foto: Reprodução/Pixabay
A Comissão Europeia impôs nesta quarta-feira (20) uma multa de 1,49 bilhão de euros ao gigante americano Google por abuso de posição dominante com seu sistema de publicidade AdSense, a terceira multa de vários milhões em dois anos.

"O Google consolidou sua posição dominante no campo da publicidade contextual on-line e se protegeu contra a pressão da concorrência ao impor restrições contratuais anticompetitivas em sites de terceiros", disse a comissária europeia de concorrência Margrethe Vestager.

Bruxelas lançou uma investigação sobre o Google AdSense, considerando que esse sistema do Google protegeu sua posição dominante e impediu que outros concorrentes, incluindo outros mecanismos de busca, acessassem esse lucrativo setor.

Bruxelas, guardião da concorrência no bloco, já multou duas vezes o Google, também por abuso de posição dominante.

Em julho de 2018, a Comissão impôs 4,342 bilhões de euros em multas - um valor recorde no bloco - por tirar proveito de seu sistema operacional para telefones e tablets Android para consolidar a posição dominante de seu mecanismo de busca.

E, um ano antes, em 27 de junho de 2017, foram 2,42 bilhões de euros por favorecerem seu mecanismo de busca e de comparação de preços Google Shopping, em detrimento dos serviços da concorrência.

O Google apelou de ambas as decisões na Justiça europeia.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.