reforma da previdência Relator da reforma da Previdência alivia corte no abono salarial

Por: Folha Press

Publicado em: 13/06/2019 12:08 Atualizado em:

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
O relator da reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), propôs um alívio ao corte no abono salarial, benefício que funciona como 14º para trabalhadores de baixa renda.

O governo queria que o abono fosse pago a trabalhadores com renda mensal de até um salário mínimo.

Reportagem publicada pela Folha de S.Paulo mostrou que cinco estados poderiam ficar sem abono, pois têm um salário mínimo regional acima do valor nacional (R$ 998). Entre eles, o estado de São Paulo -reduto eleitoral de Moreira.

Por isso, o relator passou a estudar uma forma de aliviar o corte.

No relatório, apresentado nesta quinta-feira (13), o deputado propôs que o abono seja pago para quem tem renda de R$ 1.364,43.

"Quanto ao abono salarial, acreditamos que a adoção de um salário mínimo de rendimento para ter acesso ao benefício é indevida, pois existe um enorme contingente de trabalhadores de baixa renda com salário ligeiramente superior ao salário mínimo e que passaria a ficar de fora do programa", diz o relatório.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.