Posicionamento Barroso: Estado econômico e administrativo tem que diminuir, não o social

Por: Agência Estado

Publicado em: 07/06/2019 19:25 Atualizado em:

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso disse nesta sexta-feira, 7, que o Estado econômico e administrativo precisa diminuir, não o social. Para ele, o ritmo de gasto atual, com despesas maiores que as receitas, é insustentável.

Por outro lado, disse, as políticas sociais precisam perdurar, mas serem revistas de forma a evitar que sejam regressivas e acabem recaindo sobre os mais pobres. 

Barroso defendeu a reforma da Previdência e uma simplificação tributária. Segundo ele, o atual sistema previdenciário brasileiro é injusto e o peso do déficit acaba recaindo sobre os mais pobres, à medida que a maior parte da arrecadação do governo vem de impostos sobre o consumo.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.