pib Queda no PIB industrial no 1º tri é a maior desde o 4º tri de 2016, diz IBGE

Por: AE

Publicado em: 30/05/2019 10:47 Atualizado em:

Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil
 A queda de 0,7% no Produto Interno Bruto (PIB) da indústria no primeiro trimestre de 2019 ante o quarto trimestre de 2018 foi o pior desempenho desde o quarto trimestre de 2016, quando houve recuo de 1,8% frente ao terceiro trimestre daquele ano, informou nesta quinta-feira, 30, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A queda de 1,1% na comparação com o primeiro trimestre de 2018 foi a maior desde o segundo trimestre de 2017, quando a perda foi de 2,2% no PIB industrial.

O destaque negativo no primeiro trimestre deste ano foi a indústria extrativa, atingida diretamente pelo rompimento de uma barragem de rejeitos de mineração da Vale em Brumadinho (MG), em janeiro. O PIB da indústria extrativa encolheu 6,3% na passagem do quarto trimestre de 2018 para os três primeiros deste ano. 

Foi o pior desempenho nessa ótica de comparação desde o quarto trimestre de 2008. Naquela ocasião, auge da crise financeira internacional que eclodiu em setembro de 2008, o PIB da indústria extrativa recuou os mesmos 6,3% ante o terceiro trimestre daquele ano.

"Atrelado a isso, a extração de petróleo e gás também caiu, mas o desempenho da mineração foi pior", disse a gerente da Coordenadoria de Contas Nacionais do IBGE, Claudia Dionisio.

Na comparação com o primeiro trimestre de 2018, o PIB da indústria extrativa recuou 3,0%, pior desempenho desde o segundo trimestre de 2016, quando a queda foi de 3,9% ante os três primeiros meses daquele ano. 

Outros segmentos
Segundo o IBGE, a construção recuou 2,0% no primeiro trimestre de 2019 ante o quarto de 2018 e teve retração de 2,2% ante o primeiro trimestre de 2018, enquanto o setor de transporte e armazenamento encolheu 0,6% na primeira comparação e avançou 0 2% na segunda comparação. A indústria de transformação teve uma perda de 0,5% no primeiro trimestre deste ano ante o último trimestre do ano anterior e recuou 1,7% ante o primeiro trimestre de 2018.

Já o comércio teve ligeiro recuo de 0,1% ante o quarto trimestre de 2018 e cresceu 0,5% ante o primeiro trimestre do ano passado.

A produção e distribuição de eletricidade, gás e água aumentou 1 4% no primeiro trimestre de 2019 ante o quarto trimestre de 2018 e avançou 4,7% ante o primeiro trimestre de 2018.

Na comparação entre o primeiro trimestre de 2019 e o quarto de 2018, as atividades financeiras avançaram 0,4%, enquanto as atividades imobiliárias cresceram 0,2%. O ramo de informação e comunicação teve elevação de 0,3%. 

No confronto entre o primeiro trimestre de 2019 e o mesmo período de 2018, o segmento de informação e comunicação cresceu 3,8%. As atividades imobiliárias avançaram 3,0% e as atividades financeiras subiram 0,3%.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.