reforma da previdência Doria diz ter convicção de que reforma será aprovada até o fim de julho

Por: AE

Publicado em: 25/04/2019 10:40 Atualizado em:

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), reiterou nesta quinta-feira, 25, seu apoio "incondicional e sem nenhuma exigência" à reforma da Previdência. Durante evento de lançamento da campanha Brasil Quer Mais (BR+), pela International Chamber of Commerce (ICC), o governador disse ainda ter "convicção" de que a reforma será aprovada até o fim de julho.

Doria afirmou a lideranças empresariais que, com a aprovação, novos investimentos já seriam viabilizados a partir de agosto. 

Para ele, a reforma "abrirá as comportas para o investimento internacional". E emendou que "todas as iniciativas do presidente Bolsonaro que são para o bem do Brasil" terão o seu apoio, "sem trocas de cargo". 

O governador pediu também que os empresários se posicionem mais claramente sobre a reforma. "Os que puderem telefonem, mandem mensagem aos deputados e senadores do Congresso para que eles se sintam estimulados e protegidos (para votar a favor da reforma", disse. 

Descentralização de recursos
O governador de São Paulo também defendeu e ofereceu seu apoio à proposta do ministro da Economia, Paulo Guedes, de se descentralizar os recursos da União para que Estados e municípios gerirem seus recursos. 

"As pessoas não vivem na União. Vivem nos Estados e nos municípios", disse Doria.

Descentralizar recursos, segundo o governador, significa agilizar processos e diminuir a corrupção.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.