Junina Dona Matuta estreia espetáculo de 2019 neste sábado, no Sport Clube Recife 'O Nordeste se encontra aqui' já está na terceira edição. Além da anfitriã, o evento contará com apresentações de quadrilhas convidadas e shows, a partir das 20 horas

Por: Samuel Calado - Redes Sociais e Site

Publicado em: 24/05/2019 10:00 Atualizado em: 24/05/2019 14:05

Foto: Andrea Rego Barros/PCR
Foto: Andrea Rego Barros/PCR

Neste sábado (25), o Salão Nobre do Sport Club Recife, na Zona Oeste da cidade, se transformará em um grande arraial com a apresentação da terceira edição do evento O Nordeste se encontra aqui. A festividade é realizada pela Quadrilha Dona Matuta, do bairro de San Martin, que estreará o espetáculo de 2019 do grupo. Além da apresentação da anfitriã, o evento contará com a participação de juninas de outros estados e shows, a partir das 20 horas. 

Um público de aproximadamente 1.500 pessoas é aguardado pelos organizadores. Os ingressos custam R$ 20,00 e já estão à venda. O diretor artístico da junina, George Araújo, um dos fundadores da quadrilha, informa que as pessoas interessadas em adquirir as entradas, devem acessar as redes sociais do grupo. “Estamos com uma equipe especial nas redes sociais para tirar as dúvidas e resolver a questão da venda dos ingressos. É só ir no direct do instagram da quadrilha”, explica. 

A Dona Matuta nasceu no dia 16 de maio de 2006 com a intenção de preservar e difundir a cultura popular no estado de Pernambuco. Hoje, com treze anos recém completados, a quadrilha ocupa um lugar de destaque ao lado das gigantes. Seus espetáculos renderam grandes premiações, somente no Festival de Quadrilhas Juninas promovido pela Rede Globo Nordeste, ela já subiu ao pódio cinco vezes, sendo quatro no estadual e uma no regional. Tudo se deve ao comprometimento de todos os integrantes e a força da comunidade. Resultado da seriedade e preocupação com a tradição nordestina. 
 
Confira o espetáculo de 2017
 
 
A palavra que os organizadores pretendem despertar no público com o espetáculo de 2019 é ‘surpresa’. No ano passado, a quadrilha exaltou a diversidade da feira de Caruaru com o tema De tudo que há no mundo. Em edições anteriores, falou sobre o Compadrio de fogueira com o Vamos sê cumpadre (2007), e contou a história de um escultor de imagens de madeira com o Obra e Santeiro, a grande festa de Santa Fé (2008). Calma aí, também falou sobre A festa do Pau da Bandeira (2009), levou uma Chuva de Alegria para os arraiais (2010), acendeu A luz do São João (2011), refletiu sobre a saudade em Qual é o fio que nos une e nos separa (2012), exaltou o canto de aboio em Quando eu soltar a minha voz (2013) e o Bem-me-quer (2014). Ainda teve espetáculo inspirado na obra ‘Quadrilha’ de Carlos Drummond de Andrade com o  Vida que segue (2015), fez uma homenagem aos dez anos de história através Dona do Dom (2016) e surpreendentemente, casou dois bois no arraial ao homenagear o saudoso poeta cearense Patativa do Assaré com o Coração de Patativa (2017). E pensar que toda essa imensidão surgiu em uma conversa no bar de mesmo nome, no bairro do Ipsep, na Zona Sul do Recife. 
 
Confira o espetáculo de 2018 
 

Além da anfitriã, se apresentam no salão nobre do clube a mirim Menezes na Roça e as adultas Balão Dourado (Rio Grande do Norte), Flor de Mandacaru (Maranhão) e Santa Fé (Alagoas). Cada grupo terá uma média de 20 e 30 minutos de apresentação, com intervalo de 20 minutos para organização do espaço. Durante os shows, haverá sorteios de brindes. Entre as atrações está o cantor e compositor Dudu do Acordeon. 

Confira a programação 
 
20h00 - Mirim Menezes na Roça (PE) 
20h50 - Balão Dourado (RN)
21h40 - Flor de Mandacaru (MA) 
22h30 - Santa Fé (AL)
23h20 - Banda Santa Fé (AL)
00h00 - Dona Matuta 
00h30 - Dudu do Acordeon 
02h00 - Antony 
02h40 - Dj Bregoso 
 


Serviço 
O Nordeste se encontra aqui
Quando: 25 de maio de 2019. 
Horário: A partir das 20h
Onde: Salão Nobre do Sport Clube Recife 
Endereço: Avenida Sport Club do Recife - Ilha do Retiro, Recife
Ingressos: R$ 20,00. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.