Polêmica Vídeo de suposta briga entre Neymar e mulher que o acusa de estupro circula na internet

Por: Paloma Xavier - Site e redes sociais

Publicado em: 05/06/2019 19:58 Atualizado em: 05/06/2019 23:33

Imagem derivada do vídeo em que supostamente Neymar agride a vítima. Foto: Reprodução/TV Record (Foto: Reprodução/TV Record)
Imagem derivada do vídeo em que supostamente Neymar agride a vítima. Foto: Reprodução/TV Record
No fim da noite desta quarta-feira (5), um vídeo que circula na internet mostra uma suposta briga entre Neymar e a Najila Trindade, a mulher que o acusa de estupro. Mais cedo, apenas um frame desse mesmo vídeo havia sido exibido pela TV Record.

A cena teria acontecido em um hotel luxoso de Paris, onde o atacante teria se encontrado com a suposta vítima. Ao Cidade Alerta, programa da emissora, o pai do jogador, Neymar da Silva Santos, havia confirmado a autenticidade da foto. “A imagem fala por si só. As pessoas conseguem ver que foi uma armadilha”, disse.

"Isso é um vídeo que foi 'printado' (captura de uma imagem). É um vídeo que vai provar que Neymar foi agredido. Ela provoca uma agressão nele para que ele pudesse revidar. Quando ele percebe que está acontecendo uma armação, uma armadilha, ele se joga para trás na cama, porque ia levar uma garrafada", conta o pai do jogador. "Nunca vi um agressor ficar por baixo em uma briga", complementou a respeito do vídeo que viria a ser divulgado mais tarde.
 
Ele ainda contou a versão em que acredita: o jogador se encontrou com a garota pela segunda vez, mas foi embora logo depois, ao notar que havia um celular no local, apoiado em um móvel e ligado para registrar imagens. "Para nós seria bom que esse vídeo aparecesse. Isso que a gente está tentando fazer", enfatizou.
 
 
Confira o vídeo:
 
 

Vídeo de suposta briga entre Neymar e mulher que o acusa de estupro circula na internet. Confira: https://t.co/YNlAToctDa pic.twitter.com/EkVMeiDpEa

— Diario de Pernambuco (@DiarioPE) 6 de junho de 2019


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.